Procurando corresponder comercialmente à aposta no desporto automóvel em solo nacional, através do lançamento do troféu monomarca Kia Picanto GT Cup, o importador da marca sul-coreana para Portugal acaba de introduzir no mercado português uma versão especial, mais equipada e potente, do seu pequeno citadino Picanto. Derivação denominada X-Line, que oferece um design mais aventureiro, além de mais motor, por apenas 14.480€.

Exibindo num aspecto mais “reguila”, a nova versão X-Line aposta num posicionamento claramente inspirado nos SUV da marca, não apenas graças a uma estética assumidamente aventureira, como também a argumentos reais. Como é o caso de um aumento da altura ao solo em 15 mm (156 mm), além daquela que é a motorização mais potente alguma vez montada num Picanto – um 1.0 T-GDI de 100 cv.

“O Picanto X-Line é um exemplo claro da maturidade e da capacidade técnica e industrial da Kia”, afirma o director-geral da Kia Portugal, João Seabra.

A marca podia ter-se limitado a apresentar um Picanto com ‘ares de SUV’, mas foi mais longe, cumprindo as expectativas de quem procura uma diferenciação real. A postura mais elevada e a motorização potente conferem ao X-Line um carácter próprio e exclusivo, totalmente inédito num segmento eminentemente utilitário, mas no qual acreditamos que há muito espaço para as emoções e para o estilo de vida”, acrescenta.

Marcado por um design mais robusto, assim como por uma paleta de cores que aposta no contraste, o Picanto X-Line destaca-se ainda por pára-choques de estilo assumidamente SUV, com skidplates de aparência metálica na frente e na traseira. Simultaneamente, esta versão tem como exclusivos os acabamentos verde limão, ou em prata, nas molduras da grelha e dos faróis de nevoeiro, assim como o revestimento a plástico preto nos arcos das rodas.

Do equipamento de série fazem igualmente parte as jantes de liga leve de 16”, pedais de alumínio e luzes diurnas em LED atrás e à frente, entre outros atributos. Com o modelo a poder integrar ainda, embora enquanto opcionais, o sistema de navegação e um pack que inclui um ecrã de 7” no topo do tablier. Este último, porta de entrada para o sistema de infoentretenimento e que inclui já o Apple CarPlay e o Android Auto. Não abdicando sequer da câmara de estacionamento traseira e respectivos sensores de estacionamento.

Quanto ao motor T-GDI, anuncia 100 cv de potência às 4.500 rpm e um binário máximo de 172 Nm entre as 1.500 e 4.000 rpm, permitindo assim ao Picanto X-Line acelerar dos 0 aos 100 km/h em 10,1 segundos, com um consumo médio de 4,5 l/100 km e emissões de CO2 de 104 g/km.

[jwplatform iW4Flr2z]