806kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Kia antecipa com "teaser" a renovação do EV6

Apesar de ter apenas três anos no mercado, a Kia prepara-se para renovar o EV6, o seu primeiro eléctrico da nova geração. O "teaser" revela novos grupos ópticos, mas esperam-se mais novidades.

1 fotos

A Kia resolveu renovar um pouco antes do meio do ciclo de vida normal o seu EV6, o seu primeiro veículo eléctrico concebido de raiz, sem recorrer a uma plataforma herdada de modelos a combustão que lhe limitasse a eficiência. Com 4,68 m de comprimento, o EV6 pode ser visto como um compromisso entre uma berlina e um crossover, apelando simultaneamente a ambos os tipos de clientes, sendo proposto com dois packs de baterias, com 58 e 77 kWh de capacidade. Oferece versões com um ou dois motores e potências entre 170 e 585 cv, sendo que tudo indica que a nova versão deste eléctrico da Kia vai trazer mais do que apenas novos faróis e farolins.

A avaliar pelo teaser que o construtor sul-coreano tornou público, que revela pormenores da frente e da traseira, o EV6 prepara-se para modernizar um pouco a zona posterior, mas mais substancialmente a anterior. À frente vão surgir novos faróis, mais rebuscados e que incluem uma assinatura luminosa em LED, distinta e mais actual, associada a uma grelha tiger nose mais estilizada e atraente, enquanto atrás os novos farolins parecem trazer apenas alterações de pequena monta.

O renovado EV6 vai ser apresentado na Coreia do Sul até ao final de Maio, com o construtor a anunciar que as versões menos potentes estão previstas para o 2.º trimestre de 2024, enquanto o mais potente EV6 GT está agendado para o último trimestre do ano, isto antes de ambos rumarem para a Europa. É igualmente expectável que o novo modelo traga igualmente novidades no habitáculo, com mais equipamento e novas soluções em matéria de conectividade, infotainment e sistemas de ajudas à condução.

Mas, para os potenciais clientes, é altamente provável que o principal trunfo do refrescado EV6 seja a adopção de uma bateria com mais capacidade. Actualmente, a bateria maior do EV6 tem 77,4 kWh de capacidade, mas como a Kia integra o grupo que inclui as marcas Hyundai e Genesis (não comercializada em Portugal), é quase certo que a actualização do EV6 virá a esgrimir argumentos de que o Hyundai Ioniq 5 também beneficia, pois ambos os modelos são construídos sobre a mesma base, o que significa plataforma, software, motores e, claro está, baterias, com 58 e 77,4 kWh. Ora, como a versão 2025 do Ioniq 5 — a introduzir no mercado em meados de 2024 — trocou o acumulador maior (com 77,4 kWh) por outro com 84 kWh, com mais 8,5% de capacidade, é mais do que provável que também o EV6 passe a usufruir do mesmo incremento da energia a bordo.

Na versão com apenas um motor (228 cv), o EV6 promete actualmente uma autonomia de 528 km, pelo que, a confirmar-se a introdução do novo acumulador com o restyling, o renovado modelo passará a oferecer a capacidade de percorrer uma distância próxima dos 580 km entre visitas ao posto de carregamento. Os preços da nova versão, que não deverão diferir substancialmente dos actuais, ainda não foram anunciados.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€ Apoiar

MELHOR PREÇO DO ANO

Ao doar poderá ter acesso a uma lista exclusiva de benefícios

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€

MELHOR PREÇO DO ANO