Roman Abramovich, o multimilionário russo dono do Chelsea, está no Reino Unido sem visto. Não se sabe quando é que as autoridades britânicas vão emitir novo documento e fontes do The Guardian afirmam que o processo está a demorar mais que o habitual, pelo que poderá tratar-se de uma retaliação.

Desde que Sergei Skripal, um agente duplo russo radicado em Londres, foi assassinado em março, as relações britânicas com a Rússia estão tremidas, porque o Reino Unido acusa o Kremlin de estar por detrás do sucedido. Abramovich é amigo pessoal de Vladimir Putin, o chefe de estado russo.

O russo está a viver no Reino Unido com um visto de trabalho. A agência de notícias russa informava, há uma semana, que o avião privado de Abramovich não saía de Londres desde 1 de abril. A mesma agência informou que o visto de Abramovich está caducado há cerca de três semanas. Este sábado, o gestor faltou ao final da Taça contra o Manchester City, jogo em que o Chelsea ganhou.