Na visita oficial ao Reino Unido como Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump foi recebido com várias protestos em diferentes pontos do país. Um balão de seis metros em forma de “bebé Trump” que sobrevoou Londres, uma máscara do “gorila Trump” e uma faixa gigante da Amnistia Internacional foram algumas das formas que os manifestantes encontraram para expressar as suas críticas ao 45.º Presidente dos EUA.

A visita de Donald Trump começou esta quinta-feira, depois de ter participado na Cimeira da NATO em Bruxelas. Logo à chegada à Embaixada dos Estados Unidos em Londres, local onde pernoitou, foi recebido por uma multidão de ativistas que empenhavam cartazes na direção do helicóptero onde viajava.

Na primeira noite, o Presidente e a Primeira Dama foram recebidos no Palácio de Blenheim em Woodstock, onde participaram num jantar formal com políticos e cem empresários dos mais proeminentes do país. Também em todo o trajeto até aos portões do palácio encontraram centenas de manifestantes.

Já esta sexta-feira, segundo e último dia da visita, Trump passará o dia com Theresa May, estando agendada uma conferência de imprensa conjunta. A visita termina com um encontro com a Rainha Isabel II, no Castelo de Windsor. Durante todo o dia, milhares de pessoas concentraram-se nas ruas de Londres num protesto de larga escala contra o Presidente, que irá evitar o centro da cidade para não se cruzar com os ativistas.

A seguir, Trump segue para a Escócia, para visitar os seus campos de golfe, onde também já estão convocados vários protestos.