A polícia londrina deteve esta segunda-feira 135 manifestantes do movimento Extinction Rebellion que tentaram bloquear uma estrada na capital, Londres, com protestos pelo clima idênticos em várias capitais europeias.

“É imperativo que o governo tome medidas serias e pressione outros estados e poderes para reduzir radicalmente o uso de combustíveis fósseis”, declarou à Associated Press uma das manifestantes detidas, Sarah Lasenby, de 81 anos.

No protesto, que decorreu junto ao Ministério da Defesa do Reino Unido, os manifestantes usaram tambores para marcar o arranque de duas semanas de iniciativas que visam interromper o ritmo da cidade em protesto contra as políticas ambientais seguidas até agora.

Em Madrid, 33 foram detidos e três ficaram presos por desobediência aos agentes da polícia de choque que intervieram num protesto em que tentaram interromper uma estrada.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Durante alguns instantes, esta manhã, algumas dezenas de ativistas acorrentaram-se uns aos outros e à estrutura de um viaduto sobre o Paseo de la Castellana. Centenas de outros membros do movimento acamparam à porta do Ministério da Transição Ecológica.

A onda de ações de protesto semelhantes chegou também a Berlim e Amsterdão.

Ativistas pelo clima bloqueiam ruas em Berlim e Amsterdão