A startup portuguesa LUGGit é uma plataforma de recolha e entrega de bagagens, mas perante a pandemia atual de Covid-19 está a disponibilizar um serviço de entregas entre amigos e família, o wemoveit. Objetivo: facilitar o transporte de roupa, comida, medicamentos ou outros objetos que necessitem de ser trocados durante o tempo de contingência, explica em comunicado.

Quem quiser solicitar este serviço, pode preencher este formulário, mas por enquanto o serviço só está disponível na Grande Lisboa e no Grande Porto. Quem quiser voluntariar-se para participar — serão os “keepers” — deverá enviar um email para wemoveit@luggit.app.

A LUGGit é uma aplicação móvel que permite a quem viaja requisitar em tempo real um condutor que recolha a bagagens e as entrega num sítio e hora determinado pelo utilizador. Mas neste momento a sua ação ampliou-se.

“Em momentos de crise, temos de procurar soluções. O nosso objetivo é facilitar a vida de todas as pessoas em isolamento, apelando à consciencialização para não saírem de casa”, refere Ricardo Figueiredo, presidente executivo da LUGGit.

A LUGGit cobra uma taxa fixa de 2,5 euros, independentemente da distância da viagem para torna o serviço possível. O valor da entrega é totalmente revertido para o “keeper”, para suportar os custos. Este foi um dos projetos que se juntou ao tech4COVID19, um movimento criado por um grupo de fundadores da comunidade tecnológica portuguesa que está a criar soluções que ajudem a população a ultrapassar o desafio do novo coronavírus.