Dark Mode 148kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

A depressão Alex vai estragar-lhe o fim de semana prolongado. Com frio, vento e chuva

Se tinha planos ao ar livre para o fim de semana prolongado esqueça. Ou mude-os para o interior. Vem aí vento forte, ondas de 4 a 5 metros, frio e chuva intensa a partir desta quinta. Culpa do Alex.

Se tinha planos ao ar livre para se despedir definitivamente do verão neste fim de semana prolongado é melhor esquecê-los. Ou mudá-los para algum local mais aconchegante, coberto e quente. A culpa é do Alex, a depressão que vai chegar esta quinta-feira a Portugal e afetar o tempo nos próximos dias, com vento forte, chuva intensa e descida das temperaturas, sobretudo no norte e centro do país.

O Alex, batizado assim pela Météo-France (Agência Estatal de Meteorologia Francesa), deixará mesmo algumas regiões do país sob aviso amarelo devido às rajadas de vento, que podem ser superiores a 75 km/h junto ao litoral, onde causarão também agitação marítima, e ultrapassar os 110 km/h nas terras altas. Segundo um comunicado do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os efeitos da depressão “serão essencialmente sentidos através do aumento da intensidade do vento a partir do final de dia 1 de outubro, prolongando-se até ao final do dia 2, em especial nas regiões do Norte e Centro”.

(desloque na barra inferior o rato pelos dias e na barra lateral pelas várias indicações meteorológicas)

Como se não bastasse o vento, haverá chuva, e por vezes forte. “Esta depressão tem associado um sistema frontal de atividade moderada, que se aproximará a partir do final da tarde de dia 1, e irá atravessar todo o território durante o dia 2, acompanhado de precipitação localmente intensa nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela”, acrescenta o IPMA.

E, como não há duas sem três, e entrámos em pleno outono, o tempo ficará mais frio. A partir de dia 2, sexta-feira, “prevê-se também uma descida de temperatura, em especial da máxima, que irá variar aproximadamente entre 12 e 18°C nas regiões a norte do vale do Tejo e entre 18 e 25°C a sul”, são as previsões.

A entrada da depressão Alex na Península Ibérica e a afetar sobretudo o norte de Portugal

Passeios à beira mar são também para esquecer, sobretudo a norte, onde as ondas podem atingir os 4 a 5 metros.

Outubro chega assim a avisar que o verão acabou mesmo e a estragar quem pensou ainda aproveitar os três dias do fim de semana (segunda-feira, 5 de outubro, é feriado), para aproveitar uns últimos raios de sol.

Fique então com a ideia das temperaturas para os próximos dias, com algumas cidades sob aviso amarelo devido ao vento forte:

Lisboa com chuva, vento e temperaturas nos 21º

No Porto, haverá de tudo: chuva, vento e mais frio

O sul escapa ao mau tempo, mas as noites ficam bem mais frias

O interior já com mínimas muito baixas

Em Bragança, as máximas já não ultrapassam os 15º

Na Guarda, as noites já serão muito frias, com mínimas de 5º

Para uns últimos raios de Sol, só mesmo o Algarve e não são garantidos

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.