Duas das três listas concorrentes às eleições da Mutualista Montepio, além da incumbente, recusam totalmente a possibilidade de virem a ser apoiados pelo ex-líder do Montepio António Tomás Correia, que há poucos dias revelou que não apoia a lista institucional liderada pelo seu ex-colega de conselho de administração Virgílio Lima. Porém, questionada pelo Observador acerca desta matéria, exatamente nos mesmos termos que as outras listas concorrentes, a auto-intitulada “Lista de Quadros” (do grupo) não fez quaisquer comentários sobre se veria com bons olhos um apoio público de Tomás Correia. É a lista (agora) liderada por Pedro Alves, banqueiro que Tomás Correia escolheu para liderar o Banco Montepio, antes de sair – e com quem trabalhou no passado, numa época que levou o Banco de Portugal a investigar operações do Montepio.

Tomás Correia afirmou no final da semana passada, em declarações ao Jornal Económico, que “com base no acompanhamento que [faz] da vida da associação através da informação pública e das notícias da imprensa, [lamenta] não ter condições para dar o apoio à candidatura institucional”, ou seja, aquela que emerge do conselho de administração que se manteve em funções apesar da saída de Tomás Correia, no final de 2019.

O banqueiro, que desde que saiu do Montepio não mais apareceu a comentar ou a interferir publicamente nos destinos da associação, acrescentou: “Relativamente às outras candidaturas, não tenho informação suficiente que me permita vir a definir qualquer tipo de apoio”, afirmou o ex-presidente da Mutualista.

O Observador foi, então, perguntar às outras candidaturas se estariam disponíveis para municiar Tomás Correia com mais “informação” sobre os seus projetos, de modo a ajudar o ex-líder a decidir se poderá emprestar publicamente o seu apoio a uma das listas.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.