Índice

    Índice

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um enorme grelhador preto, com claros sinais de uso e uma pequena chaminé — funciona como defumador, certamente.  Até um termómetro na tampa tinha. Podíamos estar já a descrever parte do cenário do Chefs on Fire, evento que decorreu no passado domingo, 23 de setembro, na Feira de Artesanato do Estoril (FIARTIL), e que reuniu sete conceituados cozinheiros portugueses, seis atuações musicais e comida, muita comida cozinhada utilizando apenas fogo no seu estado mais natural. Mas não.

O objeto descrito no início do texto morava num pequeno pátio traseiro de uma casa no Restelo, a base de operações da equipa que pensou, organizou e deu vida a este enorme “churrasco” que alimentou cerca de 1000 pessoas durante dez longas, saborosas e fumadas horas. Decorria uma reunião de produção e foi aqui que o Observador pode conhecer este fogareiro vitaminado e ver como Gonçalo Castel-Branco e a sua equipa planeavam os últimos detalhes deste evento, o seu segundo “bebé” depois do incrivelmente bem sucedido The Presidential.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.