Uma publicação no Facebook afirma que a deputada não inscrita Cristina Rodrigues — eleita em 2019 pelo PAN, partido de que se desvinculou em junho de 2020 — está “a analisar convites” de partidos como Os Verdes, Partidos Socialista ou Partido Social Democrata para definir os próximos passos do seu “futuro político”.

O longo texto publicado acompanha uma imagem alegadamente de um tweet da deputada, mas não se trata de uma publicação feita por Cristina Rodrigues. Contactada pelo Observador, a deputada não inscrita nega ter feito tal publicação.

“Tomei conhecimento de algumas publicações feitas em meu nome mas que, obviamente, não fui eu quem as escreveu. É perturbador saber que há alguém a usar o meu nome para fazer certo tipo de comentários e, especialmente, porque as publicações parecem muito realistas”, afirma Cristina Rodrigues. A deputada acredita ainda que se “trate de alguém que pretende denegrir” a sua imagem e trabalho.

Publicação no Facebook sobre a deputada não inscrita Cristina Rodrigues

Não sendo esta a única publicação que nos últimos dias circulou alegadamente escrita por Cristina Rodrigues, a deputada acrescenta ainda que está a ponderar “participar esta situação às autoridades para que possam investigar a origem destas publicações falsas”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Sobre o conteúdo, diz Cristina Rodrigues que ainda está a refletir sobre o futuro e que não recebeu contactos de quaisquer partidos.

Conclusão

A publicação que sustenta a partilha no Facebook é falsa. Têm surgido algumas imagens semelhantes, onde muda o conteúdo, que têm levado a deputada não inscrita Cristina Rodrigues a desmentir as partilhas. Neste caso específico, ao Observador a deputada admite ainda que está a ponderar “participar às autoridades”.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge