Não é novidade que a paragem quase total de alguns países ou regiões contribui para uma diminuição dos níveis de poluição e que há várias semanas se nota no meio ambiente essa diferença. Veneza já foi notícia porque as águas dos seus canais estão límpidas e é até possível ver peixes — coisa que os habitantes locais dizem já não se lembrar há muito —, mas há quem tenha aproveitado para lançar alguns boatos, como o de golfinhos nessas águas e, agora o dos cisnes cor-de-rosa que supostamente invadiram a cidade de Veneza. Mas foi intencional esse boato?

Imagem criada pela artista russa Kristina Makeeva, utilizada como se se tratasse de uma fotografia real.

A imagem que está a ser partilhada milhares de vezes no Facebook como sendo uma fotografia realfaz parte de um conjunto de obras da fotógrafa e artista visual russa Kristina Makeeva, partilhada através do seu Instagram e que integra a coleção “Quando as pessoas ficam em casa, a cidade enche-se de outros moradores”. É uma obra de arte e não um retrato fotográfico.

A imagem de um dos principais canais de Veneza cheia de cisnes cor-de-rosa foi partilhada há cerca de duas semanas e é a obra mais recente da coleção que a artista tem vindo a divulgar. No Instagram da artista é possível encontrar também Londres visitada por veados ou, mais uma vez Veneza, mas desta feita a praça de São Marcos, com os cisnes.

Londres invadida por veados. Uma obra da artista Russa Kristina Makeeva.

Praça de São Marcos em Veneza, cheia de cisnes cor-de-rosa. Uma obra da artista Russa Kristina Makeeva.

Em qualquer uma das três imagens partilhadas, apesar de ser uma clara obra da imaginação da artista, levantam-se dúvidas nos comentários sobre se é uma fotografia ou resultado de manipulação digital. Kristina Makeeva apressa-se a responder quem pergunta se se trata de uma fotografia, mas na obra mais recente — e talvez porque é do conhecimento geral que as águas dos canais estão mais limpas —, isso não foi suficiente para impedir que a imagem fosse partilhada no Facebook como se se tratasse de uma fotografia real, tirada em Veneza durante a quarentena decretada pelo governo italiano.

As imagens têm sido partilhadas com legendas como esta, que referem que se trata de um cenário real

São muitos os comentários onde a artista responde “não” ou então “arte” quando a questionam, mas no Facebook além da imagem ser partilhada sem os devidos créditos à artista há quem a partilhe induzindo os restantes utilizadores em erro. É falso que se trate de uma fotografia, é uma obra de uma coleção da artista russa Kristina Makeeva e, até ao momento, não há registo de qualquer “invasão de cisnes cor-de-rosa” em Veneza.

Conclusão

É falso que tenha existido uma invasão de cisnes cor de rosa, em Veneza, em consequência do melhoramento da qualidade das águas nos canais da cidade italiana. A imagem usada pelos utilizadores do Facebook é de uma obra de arte, da autoria de uma fotógrafa e artista visual russa, que tem uma coleção intitulada “Quando as pessoas ficam em casa, a cidade enche-se de outros moradores” e na qual tem dado asas à imaginação para “repovoar” cidades como Londres ou Veneza de cisnes ou veados. Não se trata de uma fotografia, mas de uma obra de arte.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota 1 : este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de factchecking com o Facebook e com base na proliferação de partilhas — associadas a reportes de abusos de vários utilizadores — nos últimos dias.

Nota 2: O Observador faz parte da Aliança CoronaVirusFacts / DatosCoronaVirus, um grupo que junta mais de 100 fact-checkers que combatem a desinformação relacionada com a pandemia da COVID-19. Leia mais sobre esta aliança aqui.

IFCN Badge