818kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

António de Souza-Cardoso

Convidado

Artigos publicados

Legislativas 2024

Direita sem (A)Venturas

Ninguém com dois dedos de testa pode embarcar nesta aventura que não tem ideologia, mas não tem principalmente competências, nem projecto. Está fora do poder porque é aí que sobrevive.
Eleições

O embaraço do defunto

Não considero que exista sobrevida no PPM que valha a pena ser relevada por ninguém pois ela traduz um apoucamento de tudo, até do que mais essencial preconiza a ideia de política e de serviço público
Crise Política

Se quer outra vez Geringonça basta votar no Chega

Votar no Chega pode ser a forma mais simples de relegar a direita para um não entendimento, o que a transforma numa opção que não é competitiva com uma esquerda disposta a perder outra vez a vergonha.
Monarquia

O Casamento Real

Reservemos o valor da continuidade em tudo o que ele induz de estabilidade, de conhecimento, de notoriedade e de competência. E a ideia do compromisso, num entendimento de serviço público.
JMJ 2023

O incómodo provocado pelo Papa ao Chega e ao BE

Julgo justificativas de uma boa reflexão as atitudes extremistas do Chega e do Bloco de Esquerda, mais interessados em destruir do que em construir. Por isso, Santo Padre, não seremos todos!
Inteligência Artificial

O holocausto psicológico

Oh malta das governações do Mundo! Vamos lá controlar com muitos asap esta coisa da evolução tecnológica, se faz favor! Para já, antes que entendamos para onde queremos ir, desligue-se o Chat GTP.
António Costa

A sucessão no PS

Há ainda o cenário da sucessão dinástica, mas de quem próximo de Costa? Só de pensar nisso ficamos sem paciência. Costa é um sobrevivente, mas provavelmente também o coveiro de quem dele se aproxime.
Monarquia

Descubra as diferenças: Carlos e Marcelo

Carlos III foi coroado e “aclamado” por milhões de pessoas. Representa ou não Inglaterra? Mais do que ela, representa ou não uma Commonwealth feita por 56 países que o reconhecem como Chefe de Estado?
Política

Por um regresso político à normalidade

Venha o velho PSD e venha o velho CDS. Venham juntos devolver-nos a normalidade. Fazer o velho Portugal das coisas seguras.
Abusos na Igreja

A Igreja somos nós

Partilho a enorme decepção da partilha pública feita pelo Bispo de Leiria e Fátima sobre as reflexões feitas pela Igreja portuguesa sobre os resultados do estudo feito pela Comissão Independente.
Presidente Marcelo

Um novo paradigma chamado Marcelo?

A História, entretanto, impõe-nos a figura de Marcelo Rebelo de Sousa, mas ele é especial. Se fosse Rei poderia ter muitos cognomes, mas talvez o mais assertivo e profundo pudesse ser – o egocêntrico!
Feriados

Proposta de verdade para o 5 de Outubro

Para mantermos um feriado que integra a tradição preferimos festejar a revolução violenta que impôs o regime republicano, ou optamos por festejar o facto de sermos portugueses livres e independentes?
Monarquia

Enquanto os sinos dobram, Portugal tem um Rei...

Nos últimos anos 7 dos 10 países melhor pontuados em termos de riqueza, bem-estar e desenvolvimento são Monarquias. Ou seja, as democracias mais modernas e evoluídas são maioritariamente monárquicas.
Política

A Geringonça de Direita

Ver Rui Rio e Rodrigues dos Santos a quererem ganhar na secretaria faz pensar que a direita é, também ela, capaz de inventar geringonças, para perpetuar os seus protagonistas no frívolo palco do poder
Justiça

A mulher de César e o presidente do Benfica

Preferia que Luís Filipe Vieira saísse pelo seu pé, mas sei que, como qualquer “dependente”, não o fará. E por isso exorto os sócios a fazerem o que é correcto, que é exigirem novas eleições.
CDS-PP

O náufrago

Nenhuma das forças de direita tem tido o suficiente impulso mobilizador para retirar a sua putativa base eleitoral do mutismo de outros tempos que lhe deram o epíteto de “maioria silenciosa”.
Economia

Eureka!

Os dois principais estigmas do desenvolvimento económico sustentável são aqueles que existem com incontrolável abundância em Portugal: a burocracia e uma inimaginável carga fiscal.
CDS-PP

A hora de Nuno Melo

São já muitos os momentos em que Nuno Melo parece hesitar. Pela robustez e vivacidade pode ser o melhor preparado para raptar o espaço popular de André Ventura.
Presidenciais 2021

Presidenciais: Tempo perdido e falácia do sufrágio

Vaticinei há já muitos anos que depois de Ramalho Eanes o Presidente teria de ter sido líder do PSD ou do PS. Assim tem sido inexoravelmente. É assim que a escolha do Chefe de Estado é uma falácia.
Democracia

A importância de se chamar Independente

Um dos melhores exemplos, se não o melhor, em Portugal, da participação independente na política vem do atual Presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos