Hravn Forsne não é só candidato de centro-direita às eleições legislativas na Suécia. O político de 25 anos apresentou-se também como filho ilegítimo do ex-presidente francês François Mitterrand. A agência France Press recorda que a mãe de Hravn Forsne, Christina Forsne, de 66 anos, já tinha tornado público o relacionamento que teve com o presidente entre 1980 e 1995, período em que foi correspondente em Paris.

Forsne nunca quis comentar sobre a identidade do pai do seu filho, que nasceu em novembro de 1988. Agora, Hravn Forsne veio dizer em público que o seu pai era Mitterrand. “Quero ser julgado pelo que eu sou, e não por quem era o meu pai”, começou por dizer, admitindo de seguida: “François Mitterrand era o meu pai”, disse ao jornal sueco Kungsbacka-Posten.

“Nasci em Paris e mudei-me para cá [Suécia] quando tinha sete anos”, disse Havrn. Antes de partir para a Suécia, afirmou ter estado com Mitterrand “quatro ou cinco vezes”. Questionado pela AFP, Hravn Forsne disse que não queria voltar ao assunto. “Acabei de falar com a imprensa local, porque é importante para eles e para os meus concidadãos, para que os eleitores conheçam os seus candidatos, mas não para os media internacionais”, disse em francês. Apesar de admitir que acompanha a atualidade francesa, disse que não quer notoriedade em França. “Sou um político sueco. E o que me interessa é a política sueca”, explicou o candidato às legislativas suecas, marcadas para 14 de setembro deste ano.

Christina Forsne já escreveu livros sobre o presidente francês falecido em 1995. A sua história também faz parte de um livro publicado em 2013 pelo jornalista francês Renaud Revel, onde fala sobre os casos amorosos de Mitterrand com jornalistas. O primeiro encontro entre Mitterrand e Christina Forsne aconteceu em 1979 na capital sueca, ele com 62 anos, ela com 31, e o caso terá começado nessa altura. François Mitterrand era casado com Danielle Mitterrand desde 1944. O presidente francês teve outra filha fora do casamento, Mazarine, fruto da sua relação com Anne Pingeot.