Mundo

Tem 99 anos mas nada a impede de fazer “Pequenos Vestidos Para África”

307

Lilian Weber tem 99 anos, cose um vestido por dia que envia para meninas desfavorecidas em África. Já tem seguidoras que alargaram a boa ação a mais países.

Lilian começa e acaba um vestido novo todos os dias

Getty Images

Vive no Iowa, tem 99 anos e na sala de casa costura, faz o que sempre fez: vestidos para se manter ativa. Não, não é só para isso. Lillian Weber transforma fronhas de almofadas em vestidos que envia para África – ao ritmo de um por dia – para que crianças tenham alguma coisa para usar.

Só nos últimos anos foram 840 ‘Pequenos Vestidos para África‘. É assim que se chama a organização não lucrativa inspirada no sonho que esta mulher tem de fazer as meninas sentirem-se “valiosas”. 2015 será o ano dos zeros, dois zeros em 100, a idade que Lilian completará e três zeros em 1.000, o número de vestidos que Lilian já quer ter enviado para os orfanatos, igrejas e escolas africanas. “É o que eu gosto de fazer”, conta ao Huffington Post.

Lilian começa e acaba um vestido novo todos os dias, que vai dispondo em cruzetas. Todos têm um pormenor diferente, algo que os torne especiais. A filha contou ao mesmo jornal: ” Ela [Lilian] personaliza-os todos. Como se já não chegasse fazer os vestidos, ainda lhes põe uma qualquer coisa à frente para os fazer especiais, para lhes dar o seu toque.”

https://m.youtube.com/watch?v=A6GK-1yAhA0

‘Little Dresses for Africa’ existe enquanto organização desde 2011 e é constituída por várias senhoras com uma média de idades de 80 anos que decidiram ajudar a colega mais velha. Judy Noel é uma delas e conta como se juntou ao grupo. “Eu estava a ver um documentário sobre organizações não lucrativas e achei que era uma ótima ideia juntar algumas pessoas para ajudar gente que vive tão longe.”

A organização tem sido um sucesso já contam com 2,5 milhões de vestidos distribuídos em 47 países africanos começaram também a alargar as ações ao Haiti, Honduras, Tailândia, México e até algumas zonas dos Estados Unidos. E como se costuma dizer: velhos são os trapos. Weber é o exemplo disso e diz não querer desistir depois de maio, data em que completa 100 anos: “Quando chegar aos mil vestidos, se for capaz, não vou desistir. Faço tudo outra vez.” Mas fica com um sonho: ver a reação de uma menina a receber o seu vestido.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

Elogio da Água

Carlos Lemos

Esta água é a mesma que vem das chuvas: a água que cria, que revitaliza, que regenera. Imagem perfeita do devir e do retorno, a água retoma o seu ciclo, na viagem que empreende entre o Céu e a Terra.

Crónica

A Parábola, a Pintura e o Pródigo

Filipe Samuel Nunes

O Filho Pródigo de Rembrandt alerta que a diferença masculino/feminino é essencial no quotidiano. E que os desdobramentos desta complementaridade nos comportamentos são absolutamente desejáveis.

PSD

Um eleitor de direita em 2019 /premium

João Marques de Almeida

Rui Rio comete um erro enorme: pretende impor uma pureza ideológica que o PSD nunca teve. Não há qualquer problema no PSD ser também social democrata. O problema é o PSD ser apenas social democrata.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)