Ainda não tinham passado duas horas do anúncio da detenção do ex-primeiro-ministro, José Sócrates, e diversos jornais internacionais já faziam notícia. O processo liderado pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal está relacionado com suspeitas dos crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção, confirmou já a Procuradoria-Geral da República (PGR).

A agência France-Presse (AFP) foi a primeira a dar a notícia na rede social twitter. No Brasil, a Folha de S. Paulo também fez notícia com a detenção do ex-líder do Partido Socialista. José Sócrates foi detido à chegada ao aeroporto da Portela, em Lisboa.

Na página do jornal espanhol El Mundo, a notícia da detenção aparecia em grande destaque nas primeiras horas da madrugada, com o título: “Detido o ex-primeiro-ministro luso José Sócrates por suposta fraude fiscal”.

Elmundo

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Por sua vez, o El País titula: “detido o ex-primeiro ministro luso José Sócrates acusado de corrupção”.

aaaaaaadasdcf

Em França, o Le Monde faz notícia, mas não fala sobre a vida do ex-primeiro-ministro em Paris. O inquérito de que José Sócrates será alvo, conduzido pelo procurador Rosário Teixeira, pretenderá apurar como foi paga a casa avaliada em três milhões de euros. Sócrates sempre afirmou ter pedido um empréstimo para pagar o apartamento.

Lemonde