A família de Luke Somers descreveu o fotojornalista abatido no Iémen, durante uma tentativa falhada de salvamento, como alguém que tinha um enorme respeito e carinho pela população do país. O fotojornalista norte-americano, nascido no Reino Unido, foi capturado em setembro de 2013 e, depois de mais de um ano, foi morto pelos seus raptores, segundo as autoridades norte-americanas.

A Al Jazeera reuniu neste site as melhores fotos que Luke Somers tirou durante a sua estadia no Iémen. O Observador mostra-lhe, nesta fotogaleria, algumas das fotos que Luke Somers nos deixa.