O Governo japonês vai doar arroz avaliado em cerca de quatro milhões de euros a Moçambique, no âmbito do apoio à segurança alimentar no país, informou nesta segunda-feira a imprensa moçambicana. “A doação vai contribuir para assegurar o abastecimento alimentar em Moçambique e desejo que esta assistência se torne numa pedra fundamental para o bem-estar do país e reforce a nossa cooperação bilateral”, disse o embaixador do Japão em Moçambique, Akira Mizutani, citado na imprensa de hoje.

O vice-ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Eduardo Koloma, afirmou por seu turno que o donativo constitui uma “valiosa contribuição” para os esforços do Governo moçambicano em garantir a segurança alimentar. “Este donativo irá contribuir para implementação de projetos de desenvolvimento económico e social de Moçambique, através de fundos gerados pela venda do arroz a ser doado”, disse o vice-ministro.

Segundo Koloma, o arroz, que chegará no próximo ano, será comercializado e os dois governos definirão então os mecanismos para o uso dos lucros obtidos. O Governo japonês apoia Moçambique na área da segurança alimentar desde 1977. Em novembro, o Governo moçambicano revelou que a desnutrição crónica afeta 42,6% da população, uma taxa de prevalência que o primeiro-ministro, Alberto Vaquina, considerou como uma ameaça ao futuro coletivo do país.