Com o nome e a data de morte, é possível consultar 41 milhões de testamentos desde 1858. A base de dados digital permite ao público pesquisar no arquivo governamental britânico os testamentos de Winston Churchill, Beatrix Potter ou da Princesa Diana. Por 10 libras (quase 13 euros), os documentos podem ser guardados por qualquer interessado que aceda ao portal.

A base de dados contém testamentos de naturais do Reino Unido, mas também de estrangeiros que morreram ao serviço das forças armadas britânicas entre 1850 e 1986. A BBC avança a notícia e adianta que os documentos estarão alojados num armazém em Birmingham. Segundo a estação, ainda há muitos documentos por digitalizar — é preciso procurar a cópia, pôr no scanner e colocar online. Esta já é indicada como uma das maiores bases de dados disponíveis na internet.