Dark Mode 192kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

António Félix da Costa vence pela primeira vez na Fórmula E

Este artigo tem mais de 5 anos

Portugal subiu ao lugar mais alto do pódio neste sábado com a vitória do piloto português, que saiu do oitavo lugar numa corrida cheia de surpresas.

5 fotos

O piloto português António Félix da Costa venceu a quarta prova da Fórmula E, a categoria disputada por carros elétricos da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). A corrida foi realizada neste sábado no circuito citadino de Puerto Madero, em Buenos Aires, Argentina.

Félix da Costa largou da oitava posição da grelha, mas desde o começo da corrida mostrou competitividade ao ultrapassar os franceses Nicolas Prost e Jean Eric Vergne antes da paragem obrigatória para a mudança de carro.

Após o pit stop, o português ganhou mais dois lugares e voltou em quarto lugar, quando a sorte de campeão apareceu. As suspensões dos carros dos pilotos Sébastien Buemi e Lucas Di Grassi, que estavam em primeiro e segundo lugar respetivamente, quebraram num intervalo de três voltas. Em seguida, Nick Heidfeld, que havia assumido temporariamente a liderança da corrida, foi punido por exceder o limite de velocidade dos boxes e a vitória foi entregue de bandeja a António Félix da Costa. Completaram o pódio os pilotos Nicolas Prost e Nelson Piquet Jr.

Na sua conta no Instagram, o piloto português agradeceu à sua equipa e aos fãs pelo apoio recebido:

“Yesss, conseguimos, grande corrida hoje, grandes lutas, equipa fez um grande trabalho, continuar a trabalhar forte para mais e melhor. Obrigado pelo apoio de todos, inacreditável! Vai ser um bom ano para nós! Obrigado.”

Este foi o primeiro triunfo do português na Fórmula E, que participou em três das quatro corridas realizadas até agora no campeonato. O seu melhor resultado havia sido um oitavo lugar na etapa disputada na Malásia.

Em entrevista ao Observador, António Félix da Costa já havia declarado que os resultados viriam numa questão de tempo.

“Acredito que a Amlin Aguri tem uma boa estrutura, pessoas competentes mas ainda vão necessitar de algumas corridas para evoluir e chegar às melhores soluções nesta parte das baterias, portanto quero ajudar ao máximo a equipa a melhorar”, defendeu.

O piloto português foi o quarto vencedor em quatro corridas da Fórmula E e ocupa a sexta posição no campeonato com 26 pontos. A próxima prova disputa-se a 14 de março na cidade norte-americana de Miami.

 

 

 

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.