Não, não contribuem para a poluição. Pelo contrário, estes gigantes de metal são atirados ao mar para criar recifes para crustáceos e peixes do Oceano Atlântico. A notícia está na CNN.

O fotógrafo Stephen Mallon da Front Room Gallery capturou fotografias das 2500 carruagens nova-iorquinos enquanto os mesmos são atirados ao mar. As imagens estão em exibição em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.

Mallon conhecia o projeto, mas julgava que ele tinha terminado. Até que, em 2007, viu os comboios a serem carregados. As carcaças das carruagens foram limpas e delas foram retirados os bancos, cintos e rodas. Só então foram enviadas para o mar.

As carruagens são despejadas uma a uma, mensalmente, de modo a servirem de habitação às criaturas marinhas entre Delaware e Carolina do Sul, nos Estados Unidos da América. Mallon está agora a preparar um projeto intitulado “American Reclamation”, que explora a indústria americana da reciclagem.

Até segunda-feira, 16 de março, a exposição de Stephen Mallon com o nome “Patterns of Interest” vai estar numa exposição a solo nas galerias NYU’s Kimmel. Para conhecer mais do autor, visite o seu site ou procure-o nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram.