Na final de sábado, o Brasil defronta o vencedor do encontro entre a Sérvia e o Mali, marcado para a manhã desta quarta-feira em Auckland. Depois de ter eliminado Portugal nos quartos-de-final, o Brasil, com Danilo, do Sporting de Braga, no onze titular, garantiu a primeira vaga no encontro decisivo, com a ajuda preciosa de Marcos Guilherme, autor de dois dos cinco golos brasileiros.

Uma infelicidade de Andelinou Correa, que marcou na própria baliza logo aos cinco minutos, colocou o Brasil em vantagem, que viria a ser dilatada dois minutos depois, com o primeiro golo de Marcos Guilherme. Ainda antes do intervalo, Boschila, aos 19 minutos, e Jorge, aos 35, marcaram mais dois para o ‘escrete’, que foi para o descanso a vencer por folgados 4-0.

Na segunda parte, mais um golo de Marcos Guilherme, a 12 minutos dos 90, fechou ‘contagem’ e manteve o Brasil na corrida ao sexto título mundial da categoria, o que lhe permitiria igualar a Argentina, que ficou pelo caminho logo na primeira fase desta edição.