Rádio Observador

Cultura

Porque há peluches pendurados na Albânia?

Na Albânia, há bonecos e coelhos de peluche um pouco por toda a parte pendurados nas portas. Afugentam o mau olhado, dizem os habitantes. Mas a origem dessa crença é incerta.

Há peluches, coelhos e bonecas pendurados em algumas portas da Albânia

Holy Shqip Xhilli is in Albania

Desde coelhos até bonecas de plástico, as casas na Albânia dão as boas vindas aos visitantes com peluches e bonecos pendurados nas portas. Um cenário algo macabro, mas que tem um propósito: afastar o mau olhado. “Se tens algo bonito dentro de casa, alguém vai querer tirar-to”, explicam os albaneses numa reportagem da BBC.

Uns dizem que afastam a inveja, outros a figura do diabo. E juram que há provas da eficácia. Um homem disse que desde há uns tempos para cá, a polícia não arredava pé da porta. “Começaram a dar-me problemas”, conta o dono da casa. Um dia, o filho trouxe um peluche para casa e a família decidiu pendurar o boneco. Resultou: “Desde então não temos tido nenhum problema”.

Vladimir está a construir uma casa na Albânia e já tem um peluche pendurado na porta. Vai estar sozinho por uns tempos neste país, para fugir de uma Grécia devastada pela crise e pelo consequente desemprego. Mas há-de voltar. E o peluche há-de ajudar.

Mas na verdade, pendurar bonecos à porta não é um hábito novo: nasceu nos anos setenta, quando o país deixou o comunismo. Foi nessa altura que entraram influências gregas e italianas, de onde vieram os investimentos, mas ninguém tem a certeza de onde nasceu realmente a moda dos peluches. Sabe-se que não é um exclusivo da Albânia, e os bonecos são os únicos amuletos da sorte: os alhos têm também muita popularidade.

A BBC sugere outra explicação: os peluches, e os brinquedos, são  símbolos do capitalismo e é aqui que podem estar as repostas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)