Dívida Pública

Portugal coloca hoje até 1.500 milhões de euros em dívida a 6 e a 12 meses

Portugal regressa hoje ao mercado para colocar entre 1.250 e 1.500 milhões de euros através de dois leilões de Bilhetes do Tesouro a seis e a 12 meses.

O último leilão de Bilhetes do Tesouro a seis meses realizou-se em 15 de março

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Portugal regressa esta quarta-feira ao mercado para colocar entre 1.250 e 1.500 milhões de euros através de dois leilões de Bilhetes do Tesouro a seis e a 12 meses. O IGCP – Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública precisou que as maturidades dos Bilhetes de Tesouro leiloados esta quarta-feira são em 17 de novembro de 2017 e 18 de maio de 2018.

Em 15 de março, o IGCP colocou 1.250 milhões de euros, montante mínimo anunciado, em Bilhetes do Tesouro a seis e a 12 meses a taxas de juro ainda mais negativas do que as dos anteriores leilões comparáveis.

O último leilão de Bilhetes do Tesouro a seis meses realizou-se em 15 de março, quando foram colocados 250 milhões de euros a uma taxa de juro média de -0,158%. No mesmo dia também foram colocados no mercado 1.000 milhões de euros em BT a 12 meses a um juro médio de -0,112%.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)