Um homem morreu após ser baleado por um polícia em Chicago, um incidente que gerou confrontos entre as forças de segurança norte-americanas e uma multidão que acorreu ao local, em protesto, informaram as autoridades locais.

Larry Merritt, porta-voz do corpo de bombeiros, disse que o homem foi baleado na noite de sábado no bairro de South Shore e transportado para o Hospital Jackson Park, onde foi declarado morto.

Já a polícia informou que quatro manifestantes foram presos e vários polícias ficaram levemente feridos durante os confrontos.

O chefe de patrulha da polícia de Chicago, Fred Waller, disse numa conferência de imprensa que a multidão atirou garrafas e pulou em cima de uma viatura das forças de segurança e que alguns carros foram danificados.

A polícia de Chicago informou ainda que o homem que foi baleado mortalmente “exibia características de uma pessoa armada” e que os polícias tentaram interrogá-lo.

O porta-voz do Departamento da Polícia de Chicago, Anthony Guglielmi, publicou na rede social Twitter que uma arma foi recuperada no local.