Com uma homenagem à vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, a escola de samba Mangueira venceu o desfile de Carnaval que decorreu no sambódromo Marquês de Sapucaí, no estado brasileiro Rio de Janeiro.

Com um enredo denominado “História pra ninar gente grande”, a escola contou a história do Brasil pela ótica dos heróis populares, contando com uma homenagem a Marielle Franco, morta a tiro em março do ano passado no Rio de Janeiro, tendo a viúva da vereadora, Mónica Benício, participado no desfile.

A escola deu ainda destaque a heróis da resistência que não são reconhecidos na maioria dos livros escolares, como negros e índios. Este é já o vigésimo título alcançado pela Mangueira, sendo a segunda escola de samba do Rio de Janeiro com mais títulos acumulados, ficando atrás apenas da Portela.

O Carnaval do Rio de Janeiro, considerado a maior festa a céu aberto do mundo, começou oficialmente na sexta-feira e bateu recordes de público, com mais de um milhão de foliões nos blocos de rua realizados durante o fim de semana, informou a prefeitura daquela cidade brasileira.

A festa mais emblemática do Brasil representou este ano um investimento de 72,4 milhões de reais (cerca de 17 milhões de euros) no Rio de Janeiro.