A Ordem dos Enfermeiros fez um contrato com a SIC e pagou 36 mil euros para ter uma personagem que fosse enfermeira na mais recente telenovela da estação. A notícia foi avançada pelo Público. Ao Observador, Ana Rita Cavaco disse que “é um bom investimento do ponto de vista da valorização profissional”.

“A estratégia que temos, desde o início do mandato, tem precisamente a ver com a valorização social daquilo que é o enfermeiro e com a dignidade profissional”, afirmou a bastonária à Rádio Observador. “A maioria das pessoas, quando chegámos à Ordem, não tinha muita noção do que era um enfermeiro. Hoje em dia, os enfermeiros estão na moda. Não é por acaso que ‘enfermeiro’ foi a palavra do ano em 2018 e nós entendemos que isso se deve muito a esta estratégia de comunicação que iniciámos quando tomámos posse há quatro anos.”

O contrato, que pode ser consultado no site Base de contratação pública, foi assinado em julho para “aquisição de serviços de promoção e difusão da profissão de enfermeiro em programa televisivo” a um preço contratual de 36.080 euros.

Para Ana Rita Cavaco, não é por acaso que esta situação veio a público numa altura em que a Ordem dos Enfermeiros tem eleições. “Quem curiosamente lança esta notícia como se fosse alguma novidade — que não é, porque as coisas são públicas — é alguém que está numa candidatura que ainda não surgiu, mas que pensamos que vai surgir. Já foi vice-presidente da Ordem e desde o início não concorda com a nossa estratégia.”

A personagem em causa, de nome Cláudia, é interpretada por Liliana Santos. A novela “Nazaré” estreou a 9 de setembro, é protagonizada por Carolina Loureiro, José Mata e Afonso Pimentel, mas conta ainda com nomes como Ruy de Carvalho, Custódia Gallego, Albano Jerónimo e Inês Castel-Branco.