A Unidade Militar de Emergências do Exército de Espanha localizou esta segunda-feira várias residências espanholas nas quais idosos foram abandonados e têm vivido em contacto com corpos de pessoas que morreram devido à Covid-19, anunciou a ministra da Defesa. Num dos centros foram encontrados 17 idosos mortos e detetados 70 casos de infeção. A descoberta será investigada pelo Ministério Público.

O Exército viu idosos completamente abandonados, quando não estavam mortos nas camas. Vamos ser implacáveis ​​e fortes”, garantiu Margarita Robles em declarações à Telecinco, acrescentado: “É uma mensagem muito poderosa para ter em mente”.

O Ministério da Defesa, conforme anunciou esta segunda-feira o chefe do Estado-Maior da Defesa, passou a atuar em mais de 70 casas de repouso, nomeadamente ao desinfetá-las, uma vez que a população idosa é a mais vulnerável à pandemia de covid-19. A maioria das residências está inserida na Comunidade de Madrid.

Até ao momento, Espanha já ultrapassou a barreira dos 2 mil mortos – 87,5% tinham mais de 70 anos, segundo escreve o El Espanol – e tem mais de 33 mil infetados.