Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Dave Halls, o assistente de realização do filme “Rust” responsável por entregar uma arma de adereço a Alec Baldwin antes do disparo acidental que acabou por matar Halyna Hutchins, já tinha sido despedido da rodagem de um filme, em 2019, após um acidente com uma arma que feriu uma pessoa.

De acordo com a CNN que cita uma fonte da produtora do filme “Freedom’s Path”, Dave Halls também desempenhava a função de assistente de realização, quando uma arma “disparou inesperadamente” no set, feriu um assistente de som, o que acabou por interromper as filmagens e ditar o seu despedimento: “Dave Halls foi imediatamente despedido”, conta fonte da Rocket Soul Studios.

Assistente que entregou arma a Alec Baldwin já teria antecedentes de práticas inseguras no set de filmagem

Após o acidente, a produtora adianta que Dave Halls mostrava “remorsos dos eventos e entendeu as razões” pelas quais foi despedido. A Rocket Soul Studios apenas retomou as filmagens quando contratou um novo assistente de realização e conseguiu terminar as gravações. “A produção do filme finalizou com sucesso.”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O assistente de som que ficou ferido foi assistido no local das gravações, mas regressou ao seu posto de trabalho dias depois.

Gravações de “Rust” em suspenso até “investigações terminarem”

As gravações do filme “Rust” ficarão suspensas pelo menos até as “investigações terminarem”. Segundo a CNN, a equipa de produção indicou estar solidária com todos os que estiveram nas filmagens “durante este tempo trágico”, daí ter tomado essa decisão.

“Acidente trágico.” Tiro de Alec Baldwin com arma de adereço mata diretora de fotografia e fere realizador

“Somos uma família e devemos estar uns com os outros como as famílias estão em tempos difíceis”, afirmou a equipa de produção, garantindo também que vai manter “contacto com a família de Halyna Hutchins”, elogiando ainda a “força que demonstra face a esta tragédia indescritível”.

A equipa de produção de “Rust” também sinalizou que está a trabalhar com o xerife de Santa Se e a estudar os protocolos de segurança. “É uma pausa em vez do fim”, assegurou.