Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Assumimos facilmente que um jovem com 15 anos que ande na escola saberá ler, mas será que consegue interpretar corretamente a informação que lhe é fornecida? O Programa Internacional de Avaliação de Alunos, mais conhecido por PISA, definiu como objetivo para 2018 fazer uma análise aprofundada das competências em leitura dos alunos dessa idade, tal como já tinha feito em 2000 e 2009. Ao mesmo tempo, embora com menos detalhe este ano, o PISA avalia também as competências em ciências e matemática.

O PISA é uma rede mundial de avaliação de desempenho escolar promovida pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). A ideia da avaliação internacional começou a ser estudada em meados dos anos 1990 e a primeira sondagem foi realizada no ano 2000. Em 2018, mais de 600 mil alunos de 15 anos — de um universo de 32 milhões —, de 79 países e economias, participaram no estudo agora divulgado.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.