Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Salvador Malheiro, vice de Rui Rio no PSD e presidente da Câmara Municipal de Ovar, alugou recentemente um carro de luxo por mais de 2000 euros mensais. O Lexus LS500h, com um ano e meio e avaliado em cerca de 75 mil euros, está ao serviço da autarquia, pelo menos, desde novembro do ano passado (ainda que o contrato só tenha ficado fechado em fevereiro, de acordo com a autarquia). Mas o Observador sabe que o carro de serviço do município tem sido utilizado pelo autarca nas constantes deslocações a Lisboa para tratar de assuntos da direção do partido. Nos últimos dias, já depois de o carro ter ficado estacionado na sede do PSD, Malheiro tomou precauções para não ser visto em Lisboa ao volante do Lexus — ao ponto de estacionar a algumas centenas de metros da São Caetano à Lapa e apanhar boleia noutro carro, mais modesto, no resto do trajeto.

Nos últimos dois meses e meio, Salvador Malheiro — o homem que ajudou Rui Rio a chegar à liderança do PSD, que já esteve ligado a casos de caciques em Ovar e que viu o Ministério Público abrir uma investigação aos negócios entre a câmara, os clubes da região e uma empresa de relvados artificiais —, tem multiplicado quilómetros entre Ovar, Porto, Lisboa, Setúbal, Évora e outros locais, sempre em deslocações com alguma envolvência partidária. Em pelo menos cinco situações que o Observador identificou, o autarca viajou no novo carro da câmara para participar em eventos do PSD — e pode, por isso, ter incorrido no crime de peculato de uso.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.