454kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Armamento Nuclear

Gabinete de Guerra

"Corrida contra o tempo. Ucrânia precisa de armas"

O historiador Bruno Cardoso Reis considera que para a Ucrânia continuar a resistir à ocupação russa, precisa de mais armamento do Ocidente. "Armas têm de ir em número suficiente e rapidamente".
Irão

AIEA exorta Irão ao diálogo "imediato"

A Agência Internacional de Energia Atómica pediu ao Irão para retomar "imediatamente" o diálogo para evitar uma grande crise.
Guerra na Ucrânia

Comentadores pró-Putin anteveem guerra nuclear 

Kremlin já disse que só recorre às armas nucleares caso a Rússia enfrente ameaça existencial. Alguns comentadores da Russia 1 consideram que mísseis de longo alcance representam esse desafio.
Armamento Nuclear

Portugal e a Primeira Conferência do TPAN

Portugal faz parte da NATO, pelo que aceita a política de dissuasão nuclear. No entanto, aceitar esta política não significa renunciar ao diálogo no seio da ONU para reforçar a segurança coletiva.
Armamento Nuclear

AIEA. Irão promete resposta "imediata" ao Ocidente

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão prometeu uma resposta "imediata" a qualquer ação "política" do Ocidente na próxima reunião da Agência Internacional de Energia Atómica.
Guerra

Um estado nuclear paga compensações de guerra?

Hoje nove países possuem armamento nuclear. Portanto, sobre compensações de guerra, o mais avisado é seguir este ancestral postulado: Não fazer perguntas para as quais não existe resposta.
Contra-Corrente

NATO: Suécia e Finlândia aumentam risco de guerra?

A Rússia reagiu com ameaças veladas ao anúncio pela Finlândia e pela Suécia de que querem aderir à NATO. Mas é ridículo Moscovo dizer que pode nuclearizar o Báltico, porque já lá tem armas nucleares.
Coreia do Sul

Seul diz ter um "plano ousado" de desnuclearização

Yoon Suk-yeol afirmou no discurso inaugural que a porta para o diálogo com a Coreia do Norte permanecerá aberta", defendendo que o desarmamento do Norte trará “paz e prosperidade” à península.
Guerra na Ucrânia

EUA. Novo submarino nuclear ataca com raios laser

Equipado com armas laser que permitirá atingir alvos como drones, aeronaves ou barcos e desintegrá-los com precisão cirúrgica, este submarino pode estar 33 anos sem reabastecer.
Guerra na Ucrânia

Ataque nuclear russo apenas em retaliação

O presidente da Duma diz que se for "dirigido um ataque nuclear" à Rússia, o país responderá na mesma moeda. Critica os EUA, país do qual é "preciso ter medo" e que preparou agressão contra o Donbass.
Estados Unidos da América

Míssil norte-americano não é ameaça, garante EUA

Em comunicado, Comando Indo-Pacífico dos EUA apelou à "República Popular Democrática da Coreia que se abstenha de mais atos desestabilizadores".
Armamento Nuclear

A história das armas nucleares que os EUA perderam

O que aconteceu a seis armas nucleares perdidas pelos EUA? Da colisão nos ares que obrigou bombardeiro a lançar a bomba no rio ao desaparecimento misterioso, esta é uma história de muitos percalços.
Gabinete de Guerra

Mariupol. Guterres "decisivo" na retirada de civis

O major-general Arnaut Moreira e o historiador Bruno Cardoso Reis lembram que cerco convinha à Rússia. Grande escalada "é improvável", mas admitem uso de armas químicas face a sentimento de impotência
Pyongyang

Pyongyang insiste na dissuasão nuclear

Kim Jong-un exortou o exército a desenvolver capacidades "para prevenir e conter" ataques nucleares. Pyongyang já testou este ano um número recorde de projéteis.
Coreia do Norte

Se ameaçada, Coreia do Norte usará armas nucleares

O líder da Coreia do Norte garantiu que o país poderá usar armas nucleares "de forma preventiva" se for ameaçado. Kim Jong-un expressou "firme vontade" de continuar a desenvolver forças nucleares
Coreia do Norte

Coreia do Norte quer reforçar capacidade nuclear

O líder norte-coreano afirma que o país vai apostar nas forças nucleares, que, apesar de terem um papel dissuasor, podem ser utilizadas caso os interesses da Coreia do Norte sejam ameaçados.
Armamento Nuclear

Míssil russo leva ogivas nucleares a qualquer lado

"Não tem comparação no mundo e não terá durante bastante tempo", diz Presidente russo sobre o míssil que leva ogivas nucleares a qualquer parte do mundo e foi testado, esta quarta-feira, com sucesso.
Guerra na Ucrânia

Ucraniano apela a Putin que use armas nucleares

Um ex-deputado do Parlamento ucraniano com simpatia pró-Rússia fez uma publicação na rede social Telegram onde apela ao uso de armas de destruição massiva contra o seu próprio país.
Noticiário

00h. Armas químicas em Mariupol. RU a investigar

Governo britânico está a tentar verificar alegada utilização de armas químicas por russos em território ucraniano. E, Organização Mundial do Comércio alerta para impacto económico da invasão russa.
ONG

ONG avisa: há mais ogivas nucleares utilizáveis

Uma ONG alertou para o número de ogivas nucleares utilizáveis estar a aumentar em nove países que possuem este tipo de armamento e defende um acordo para a proibição total das mesmas.
Gabinete de Guerra

"Bomba nuclear russa é extremamente improvável"

Pedro Sampaio Nunes e Bruno Cardoso Reis sobre o uso de energia nuclear. O especialista explica que os comprimidos de iodo são "apenas uma ação preventiva" em casos de desastre nuclear
Guerra na Ucrânia

Polónia disposta a acolher armas nucleares dos EUA

Vice-primeiro-ministro polaco sugeriu aumentar presença de tropas dos EUA na Europa de 100 mil para 150 mil efetivos. Já antes da guerra Kaczynski defendia a ideia de uma Europa como potência nuclear.
Guerra na Ucrânia

Biden não descarta uso de armas nucleares

"Em circunstâncias extremas", Joe Biden poderá utilizar armas nucleares, mesmo que a Rússia não as utilize primeiro. Posição de Presidente dos EUA alterou-se desde que Rússia começou a fazer ameaças.
Guerra na Ucrânia

Possível ataque nuclear leva EUA a elaborar planos

A Casa Branca está a traçar múltiplos cenários para lidar com a Rússia. Um deles inclui a possibilidade de o Kremlin levar a cabo ataque nuclear, outro aborda invasão russa à Moldávia e à Geórgia.
Guerra na Ucrânia

Arsenal nuclear russo é dissuasor para o Ocidente

O arsenal nuclear da Rússia permite destruir qualquer agressor em poucos minutos, algo que impede os países ocidentais de intervirem na guerra na Ucrânia, indicou o diretor da agência russa, Roscomos.
Guerra na Ucrânia

Rússia não descarta usar armas nucleares

Porta-voz do Kremlin diz que Putin "não alcançou os seus objetivos" na Ucrânia, país "criado por países ocidentais anti-Rússia". "Conceito de segurança doméstica" pode levar a uso de armas nucleares.
Guerra na Ucrânia

Coreia do Norte defende armas nucleares

As autoridades norte-coreanas consideram a "hegemonia norte-americana" como o principal gatilho para a crise da Ucrânia, e justificam o armamento nuclear como prevenção contra invasões.
Gabinete de Guerra

Iodeto de Potássio "só na exposição à radiação"

Iodeto de Potássio "é eficaz no tratamento do cancro da tiroide provocado pela radiação". Mas "não deve ser tomado de forma preventiva e sem receita médica". O alerta da médica Ana Isabel Pedroso.
Guerra na Ucrânia

Centrais. Ucrânia acusa Rússia de matar empregados

A Rússia acusa o Ocidente de “histeria artificial” sobre central nuclear de Zaporíjia. Ucrânia diz que forças russas matam funcionários. Agência Internacional disponível para se deslocar a Chernobyl.
Gabinete de Guerra

"Em termos de segurança nuclear, o pior já passou"

Pedro Sampaio Nunes, antigo diretor da CE das Energias Convencionais e das Novas Tecnologias de Energia, admite que o real perigo do controlo da central nuclear russa foi quando houve combates na zona
Guerra na Ucrânia

Confrontos em centrais nucleares intensificam-se

A Rússia tem atingido várias centrais nucleares na Ucrânia. Em Chernobyl, os trabalhadores estão “sob pressão psicológica” e em “exaustão moral”. Próximo alvo é Zaporíjia — a maior central da Europa.
Guerra na Ucrânia

Lavrov: alternativa a sanções era guerra nuclear

Lavrov diz que a Rússia estava pronta para enfrentar as sanções e garante que a única alternativa é uma guerra mundial. "A terceira guerra mundial seria uma guerra nuclear devastadora", salienta.
Gabinete de Guerra

Bomba vs. Acidente nuclear. Qual a diferença?

Reacendem-se os temores de uma guerra nuclear. José Pedro Vaz, do Centro de Ciências e Tecnologias Nucleares, explica que o acto deliberado "pode ser classificado como terrorismo".
Explicador

Ameaça nuclear? "Não podemos desvalorizar" Rússia

General Pinto Ramalho, ex-chefe de Estado Maior do Exército acredita que ameaça nuclear da Rússia ao Ocidente não pode ser "ignorada". Acredita que o conflito não vai ter fim a curto prazo.
Noticiário

16h. António Guterres apela ao fim da guerra

O secretário-geral da ONU avisa Vladimir Putin de que nada justifica o uso de armas nucleares. Ainda neste jornal, Josep Borrell diz que a invasão russa à Ucrânia é cada vez mais implacável.
Guerra na Ucrânia

A resistência ucraniana e o bluff de Putin

Putin acredita que os Estados ocidentais não intervirão militarmente na Ucrânia devido ao receio de uma escalada para um confronto nuclear. Talvez esteja na altura de o Ocidente surpreender Putin.
Irão

"Absurdo" achar que Irão quer fazer bomba atómica

"A frente inimiga está a pressionar cruelmente, impondo sanções à nossa energia nuclear", disse Ali Khamenei, na comemoração de uma data chave na revolução de 1979, que derrubou a monarquia.
Acordo Nuclear

Negociação "fulcral" para acordo nuclear com Irão

A assessora da Casa Branca reagiu assim a uma questão sobre a apresentação de quarta-feira, por parte do Irão, de um novo míssil com capacidade para alcançar as bases dos EUA e Israel.
Erupção Vulcânica

Tonga. Vulcão foi como milhares de bombas atómicas

A NASA estima que a erupção do vulcão de Tonga tenho libertado energia correspondente a cerca de 4 a 18 megatoneladas de TNT. Bomba de Hiroshima libertou 15 mil toneladas.
Reino Unido

Reino Unido mobilizou 31 armas nucleares em 1982

Em pleno conflito, em maio de 1982, o HMS Invincible carregava 12 armas nucleares e o HMS Hermes 18, enquanto um navio auxiliar da Armada tinha uma.
A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.