Exercício Físico

Antes de suar, leia: 7 danos que o exercício físico pode fazer à pele

Irritações provocadas pelo atrito ou acne são dois problemas comuns a quem faz exercício regularmente. Conheça os danos que a sua pele pode estar a sofrer durante os treinos e saiba como os resolver.

A melhor forma de prevenir acne nas costas, pescoço, braços e peito é tomar banho imediatamente após o treino e usar vestuário respirável com tecidos próprios.

Robert Benson/Getty Images

No início deste ano, o The New York Times escreveu sobre uma linha de maquilhagem que se podia usar no ginásio num artigo que acabou por se tornar viral, mas pelos piores motivos: os leitores acharam que havia coisas mais importantes para se falar. Por um lado, as mulheres criticaram o facto de se estar a aumentar ainda mais a pressão que se exerce sobre elas, por outro, os homens comentaram, em tom jocoso, que o batom não os favorecia durante a aula de bicicleta. E a verdade é que, apesar de o exercício físico fazer bem ao corpo e à alma, nem tudo é um mar de rosas no que toca aos efeitos na pele.

Segundo o StyleCaster, cerca de duas em cada cinco mulheres usa máscara de pestanas — o produto de maquilhagem mais popular no ginásio –, 34% usa algum tipo de cobertura (base ou BB Cream, por exemplo) para manter a pele bonita e 17% aplica spray bronzeador. Mas quando se mistura maquilhagem e suor, os resultados podem ser muito piores do que ter base e máscara a escorrer pelo rosto.

7 danos que o exercício faz na pele e como os resolver

1. Infeções provocadas pela maquilhagem

Usar máscara de pestanas é uma coisa inofensiva mas bases e pós bloqueiam os poros e impedem a pele de libertar o suor. Debbie Thomas, especialista em cuidados de pele, disse à revista Vogue inglesa que quando o nosso corpo atinge temperaturas corporais altas, várias coisas acontecem à pele – a primeira é o suor e a segunda é uma ligeira ampliação dos poros. Qualquer tipo de maquilhagem, mesmo uma simples camada de pó, vai aumentar a probabilidade de irritações, borbulhas, manchas e textura irregular. A pele precisa de respirar e, durante um treino, precisa ainda mais.

2. Irritações provocadas pela fricção

As irritações são perfeitamente normais nas pessoas que fazem exercícios que obrigam a um atrito constante, quer seja de pele na pele ou de tecidos sobre a pele. Mas ficar com irritações no interior das pernas e dos braços é incómodo e pode levar a inflamações mais graves. O ideal será prevenir com o uso de hidratantes, pomadas e vaselina antes dos treinos.

A woman jogs past Australian special force members patrolling the waters around the Sydney Convention and Exhibition Centre, 07 September 2007, where part of the Asia-Pacific Economic Cooperation (APEC) forum is being held. Around 3,500 police, backed by 1,500 counter-terrorism and special forces soldiers, have enforced a city centre exclusion zone bordered by a forbidding fence in a security crackdown criticised as excessive by civil libertarians, as top government leaders, foreign and trade ministers from the 21-member of APEC grouping meet 02-09 September. AFP PHOTO/Jewel SAMAD (Photo credit should read JEWEL SAMAD/AFP/Getty Images)

Usar protetor solar diariamente é obrigatório: 30 para os treinos normais e 50 se estiver mesmo debaixo do sol. (Foto: Jewel Samad/AFP/Getty Images)

3. Envelhecimento precoce

O deporto faz bem, calma. Mas a chamada “cara de desportista” (a contração que fazemos no rosto quando estamos em esforço) pode ter um impacto na elasticidade da pele e contribuir para o envelhecimento precoce. A revista Shape explica que corrida e exercícios de cardio podem danificar as fibras de suporte da pele (colagénio e elastina). E embora isto não esteja cientificamente confirmado, deve ser uma preocupação. Os especialistas aconselham a evitar-se treinos demasiado longos (com mais de 90 minutos) e exercícios de alto impacto muito intensos (como exercícios em trampolins).

4. Infeções provocadas por tocar no rosto

Nunca em momento algum toque com as mãos na cara durante o treino. Não só está a transportar suor das mãos para o rosto como, pior ainda, milhares de bactérias que estão alojadas nas máquinas, nos pesos, nos tapetes… Tenha sempre consigo uma toalha para limpar o rosto e não a deixe caída no chão enquanto treina.

5. Acne no corpo

Não é um tema simpático mas é bastante comum em quem pratica exercício físico regular. E está basicamente relacionado com a higiene e o tipo de roupas que usa. O site Acne.com explica que o suor cria um ambiente quente e húmido atrativo para as bactérias do acne. Se as suas atividades físicas o obrigam a usar chapéu, mochilas ou roupas que impeçam a respiração, estes materiais vão estar em contacto direto com áreas da pele propensas a acne, impedir a respiração e, basicamente, a fricção estimula as glândulas sebáceas a produzir mais e mais óleo que se mistura com as células mortas da pele e obstrui os poros. A melhor forma de prevenir acne nas costas, pescoço, braços e peito é tomar banho imediatamente após o treino e usar vestuário respirável com tecidos próprios.

6. Danos solares

Quer esteja a fazer exercícios na rua ou a correr na passadeira do ginásio de frente para a janela, está exposto aos raios UV. E os riscos dos danos causados pelo sol já são conhecidos. Usar protetor solar diariamente é obrigatório: 30 para os treinos normais e 50 se estiver mesmo debaixo do sol. A revista Allure diz que, no rosto, o melhor é aplicar e reaplicar os sticks para zonas sensíveis próprios para quem faz atividades físicas ao sol. E lembra: se faz pausas para beber água, também tem de fazer pausas para reaplicar o protetor solar. Nota: fuja dos protetores solares com óleo porque podem entupir os poros e causar acne.

7. Desidratação da pele

Quando fazemos exercício, a pele perde água por evaporação ficando desidratada, lembra o StyleCaster, e uma pele desidratada aumenta o aparecimento de linhas e rugas. O ideal será aplicar, antes do treino, um hidratante leve que ajude a reter a água na pele. Se estiver a treinar ao ar livre, use um hidratante com proteção solar.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site