Economia

Portugal cresce acima da zona euro pelo terceiro trimestre consecutivo

824

Economias da zona euro e União Europeia cresceram 0,5% no primeiro trimestre do ano, embaladas pelo crescimento mais expressivo de países do centro e leste. Portugal convergiu pelo terceiro trimestre.

PATRICK SEEGER/EPA

As economias da zona euro e da União Europeia cresceram 0,5% do primeiro trimestre do ano face aos últimos três meses do ano passado, mantendo o ritmo de crescimento, graças ao bom desempenho dos países da Europa central e de leste. Portugal consegue o seu terceiro mês a crescer acima da média. Reino Unido e França estão a crescer menos.

De acordo com os dados divulgados esta terça-feira pelo Eurostat, a economia da zona euro cresceu ao mesmo ritmo do último trimestre do ano, enquanto que os 0,5% para a Europa a 28 representam um abrandamento de uma décima face ao final de 2016.

A economia portuguesa converge assim com a zona euro e a União Europeia pelo terceiro trimestre consecutivo, crescendo ao dobro do ritmo calculado para o primeiro trimestre deste ano.

Face ao último trimestre do ano passado, a economia portuguesa é a sétima que mais cresce – empatada com a Polónia – num conjunto de 21 países que disponibilizaram dados.

Roménia, Finlândia, Letónia, Lituânia, Hungria e República Checa são quem apresenta crescimentos mais expressivos, mas o seu peso no PIB europeu é menor do que países como, por exemplo, a Espanha e a Alemanha, cujas economias aceleraram ligeiramente.

França, Itália e Reino Unido são, entre as maiores economias, as que parecem estar em piores lençóis. O crescimento no Reino Unido caiu de 0,7% no final do ano passado para 0,3% nos primeiros três meses deste ano. França voltou a abrandar, de 0,5% para 0,3%, e a Itália mantém-se presa num muito baixo crescimento, apenas 0,2% (no último ano a melhor taxa de crescimento em cadeia que conseguiu foi de 0,3%).

Já no que diz respeito à comparação em termos homólogos, onde Portugal conseguiu o melhor crescimento em quase uma década, os 2,8% de crescimento da economia portuguesa em comparação com o mesmo trimestre de 2016, também deixam Portugal a convergir (aqui apenas pelo segundo trimestre consecutivo), mas a meio da tabela.

Entre os 21 países que apresentaram dados, há dez que crescem mais que Portugal, sendo que a Holanda regista a mesma taxa de crescimento que Portugal.

Grécia melhora, mas ainda em recessão

Depois de uma melhoria a meio do ano passado, a economia grega encolheu pelo segundo trimestre consecutivo. Mesmo com (ou devido a) os resultados melhores que o esperado em termos orçamentais, Atenas continua sem conseguir dar a volta à sua economia.

De acordo com os dados transmitidos pelo Elstat, e validados pelo Eurostat, a economia grega terá caído 0,1% no primeiro trimestre, em comparação com o trimestre anterior, altura em que já estava encolher 1,2% do PIB.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: nmartins@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site