Logo Observador
Beleza e Bem Estar

Como reparar a pele seca

Sensação de repuxamento, comichão e rugosidade são alguns dos sintomas da pele seca. Embora tendam a piorar no inverno, é possível dar-lhes a volta se conhecermos as causas e alguns cuidados básicos.

Getty Images/iStockphoto

Já todos passámos por isso e a sensação é muito desconfortável: de repente, a pele do corpo começa a ficar muito sensível, com prurido, avermelhada e áspera. Em alguns casos começa mesmo a descamar e a apresentar fissuras. O diagnóstico é simples – pele seca – mas nem sempre a resolução é imediata. Sobretudo porque, muito frequentemente, as atenções vão todas para a pele do rosto e o corpo acaba por ser esquecido. O erro, embora comum, deve ser evitado, pois ainda que fique mais escondida quando chega o frio, a pele do corpo deve ser cuidada durante todo o ano. Só assim se preservam as suas características protetoras e se retardam os sinais de envelhecimento, que tendem a piorar na pele seca.

A pele seca (ou xerose) é uma situação muito habitual, motivando cerca de 40% do total das consultas de Dermatologia. Ainda que possa ocorrer em qualquer parte do corpo, é mais frequente nas mãos, pés (sobretudo nos calcanhares), joelhos, canelas, cotovelos e rosto (incluindo os lábios), pois são estas as áreas mais expostas aos elementos.

A pele é o maior órgão do corpo, desempenhando um papel fundamental na regulação da sua temperatura e agindo como uma barreira protetora do organismo contra infeções. No entanto, quando fica seca e gretada deixa de conseguir reter a água e essa perda de hidratação impede-a de executar as suas funções corretamente. Daí a necessidade de prevenir e tratar a secura da pele, mantendo-a saudável e hidratada.

Porque é que a pele fica seca?

São várias as causas – internas ou externas ao organismo – que podem estar na origem da pele seca. Importa perceber bem quais os fatores responsáveis em cada caso, para melhor controlar a situação escolhendo os cuidados adequados.

Ambiente – O ar frio, quente ou seco é uma das principais causas da pele seca. As mudanças climáticas também contribuem para o problema, por isso, os sintomas pioram com a chegada do verão, do inverno ou ainda quando está muito vento. É também conhecida a (má) influência do ar condicionado e dos aquecedores em geral, sobretudo se estiverem regulados para temperaturas excessivamente altas.

Exposição solar – A pele tende a ressecar quando está demasiado exposta aos raios solares, o que também contribui para o envelhecimento precoce e outras doenças da pele.

Lavagens frequentes e sabonete – Banhos frequentes, demorados e com água muito quente são uma mistura explosiva para a pele. Se a isto somarmos a utilização de sabonetes agressivos que não respeitam o ph5 da pele, o problema aumenta, já que desta maneira se retiram os lípidos que compõem a barreira protetora da pele, secando-a e sensibilizando-a.

Tecidos sintéticos – Perante a tendência para pele seca ou sensível há que evitar roupas de tecidos sintéticos, pois estes favorecem as alergias e impedem que a transpiração evapore, ficando retida junto à pele. Preferir sempre fibras naturais, como o algodão, incluindo nas roupas de cama.

Efeitos secundários de medicamentos – Diversos fármacos podem contribuir para a pele seca, como é o caso dos diuréticos (porque aumentam o fluxo da urina, diminuindo a água no organismo), alguns antibióticos e medicamentos orais para o tratamento da acne.

Problemas de saúde – Algumas doenças como a diabetes, hipotiroidismo ou psoríase podem estar na origem da secura da pele. Da mesma maneira, um dos sintomas da dermatite atópica é a pele sensível. Nestes casos é imprescindível o aconselhamento médico.

Envelhecimento – À medida que a idade aumenta observa-se uma diminuição do número de glândulas sebáceas e sudoríparas na pele. Ao mesmo tempo, o teor de água da pele e a capacidade desta para reter a água ficam também diminuídos. Em consequência, com o envelhecimento aumenta a secura da pele e as rugas começam a instalar-se.

Alterações hormonais – As mudanças hormonais vão também condicionar a hidratação da pele e a presença de lípidos. Enquanto que durante a adolescência a tendência é para a pele ficar mais oleosa, à medida que a idade avança a situação altera-se e, com a menopausa, ficará mais seca devido à diminuição de estrogénio. Também durante a gravidez haverá tendência para o ressecamento da pele, não só devido às oscilações hormonais, mas também porque a hidratação do organismo vai agora ter uma finalidade extra.

Genética – O nível de hidratação da pele é também influenciado pela genética, já que os tipos de pele podem ser herdados.

Como cuidar da pele seca?

Cuidar da pele seca implica prestar atenção à barreira protetora que esta constitui. Para prevenir ou resolver esta situação, aqui ficam algumas sugestões:

Limpeza suave – É importante que o agente de limpeza utilizado seja suficientemente suave para não enfraquecer ainda mais a barreira protetora da pele. Os sabonetes em geral têm a ação de desengordurar, o que acaba por afetar essa camada. Aconselha-se a utilização de um produto com um pH5, o ph natural da pele, como o Eucerin pH5 Óleo Duche. Trata-se de um óleo de limpeza nutritivo, com 55% de lípidos naturais da pele, para uso diário que preserva as defesas naturais da pele e evita a desidratação. Pode ser usado em pele sensível e com tendência a alergias.

Também para uso diário durante o banho, recomenda-se o Eucerin AtopiControl Cleansing Oil, um óleo de limpeza que restabelece a camada protetora da pele, previne a secura e alivia a comichão, devido à sua fórmula rica em Óleos Omega.

Hidratar sempre – A regra de ouro para quem tem pele seca passa por garantir a hidratação, de forma a restaurar o equilíbrio do nível de água nas camadas superiores da pele. A Eucerin disponibiliza diversos produtos para este fim:

UreaRepair Plus Loção 10% Ureia – Um cuidado intensivo que proporciona alívio imediato à pele seca, áspera e com sensação de repuxamento. De muito fácil absorção, hidrata e alivia profundamente a pele muito seca, com prurido ou escamada, graças à sua fórmula que contém 10% de Ureia, um fator hidratante natural.

Eucerin Aquaphor Pomada Reparadora – Acelera a regeneração da pele. A sua fórmula única sem água, à base de parafina, favorece a criação do ambiente ideal para a regeneração.

UreaRepair Plus Loção 10% Ureia– Os pés são muito reveladores da secura da pele, especialmente a zona dos calcanhares, que chegam a ficar gretados e inflamados. Este creme hidrata e alivia, tornando a pele dos pés suave e macia.

Depois do banho – Usar creme hidratante não é suficiente. Há que usá-lo na altura certa, isto é, logo depois do banho. Esta é a altura em que a pele está mais recetiva e os agentes hidratantes são melhor absorvidos.

Estilo de vida saudável – Os hábitos de vida influenciam a saúde em geral e a pele não é exceção. Por isso, para prevenir e tratar a pele seca aconselha-se beber muita água, não fumar, evitar ambientes poluídos e fazer uma alimentação equilibrada e nutricionalmente rica.

Proteção solar – A pele seca precisa de cuidados extra no que toca à exposição solar. A Eucerin disponibiliza uma vasta gama, com produtos adaptados a todas as necessidades, como é o caso da Eucerin Loção Solar Extra Light FPS 50, com uma textura extra leve, absorvida imediatamente e adequada até a quem tem eczema atópico. Disponível também com FPS 30.

Conteúdo produzido pelo OBS Lab. Para saber mais, clique aqui.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: obslab@observador.pt
Justiça

Sexo forçado no tribunal

Luís Aguiar-Conraria

Não sei que idade têm os juízes, nem a juíza que votou favoravelmente este acórdão, mas, seja qual for a sua idade, envergonharam Portugal que foi, mais uma vez, e muito bem, condenado pelo TEDH.

Minorias

O machismo militante da histeria anti xenofobia

Maria João Marques

Os que gritam xenofobia perante a mais leve crítica a certas comunidades onde os maus tratos a mulheres são inerentes à cultura que tanto defendem, fizeram a sua escolha: apoiar a opressão de mulheres