A cadeia norte-americana de hambúrgueres Burger King vai comprar a rival canadiana Tim Hortons por 11,4 mil milhões de dólares [8,3 mil milhões de euros], uma operação que permitirá criar a terceira maior cadeia mundial de ‘fast food’. “Com cerca de 23 mil milhões de dólares de vendas [16,7 mil milhões de euros], mais de 18 mil restaurantes em 100 países e duas marcas sólidas, prósperas e independentes, a nova empresa terá uma forte presença internacional e um importante potencial de crescimento”, indicam os dois grupos num comunicado conjunto divulgado nesta terça-feira.

A sede social da nova empresa será no Canadá, apresentado como “o maior mercado do grupo” e com mais vantagens fiscais em relação aos Estados Unidos. O acordo aprovado “por unanimidade” pelos conselhos de administração das duas empresas prevê uma transação em numerário e em ações. O diretor-geral da Burger King, Daniel Schwartz, vai ficar com o cargo na nova companhia.

Warren Buffett é um dos investidores que ajudará a financiar a operação. Através da holding Berkshire Hathaway, vai ficar na posse de acções preferenciais no valor de três mil milhões de dólares [2,2 mil milhões de euros]. O dividendo prioritário a que Buffett terá direito não foi especificado.