A Rússia expulsou um diplomata alemão de Moscovo, em retaliação com a ordem de deportação pela Alemanha de um russo suspeito de ser um espião, segundo um responsável alemão em declarações ao The Wall Street Journal, numa altura em que as tensões entre os dois países aumentam devido à crise na Ucrânia.

“Um funcionário da embaixada da Alemanha em Moscovo foi deportado em resultado de uma medida de retaliação imposta pelas autoridades russas”, disse este sábado esse mesmo oficial.

“Estamos desapontados com esta medida injustificada e já expressamos isso mesmo ao governo russo”, garantiu.

A Alemanha já ordenou, no passado, o abandono do país por várias vezes no passado a saída de pessoas suspeitas de funcionarem como espiões, mas sempre de forma discreta. A Rússia nunca respondeu de forma tão agressiva.