Funciona melhor de noite do que de dia? Está mais predisposto a trabalhar quando o sol se põe do que pela frescura da manhã? Então este estudo é para si – mas não é simpático. Investigadores britânicos e australianos fizeram um estudo conjunto onde concluíram que quem troca os dias pelas noites desenvolve características psicopatas, narcísicas e maquiavélicas.

A ciência, ou melhor a cronobiologia, tem estudado as características temporais dos indivíduos, ou seja, em que altura do dia é que eles se sentem mais produtivos. Existem três tipos de cronotipos: os matutinos moderados e extremos, os vespertinos moderados e extremos, e os indiferentes. Se o seu cronotipo é mais vespertino, significa que está mais alerta e é mais eficiente mais tarde.

Uma equipa conjunta de investigadores britânicos e australianos, segundo a Business Insider, concluiu que os noctívagos têm uma maior probabilidade de desenvolver a “Tríade Negra” da personalidade: ser narcísico, maquiavélico e psicopata. O narcisismo, ou a necessidade de domínio sobre os outros, a psicopatia, ou uma tendência e vontade para manipular os outros e o maquiavelismo, ou uma tendência para ser impulsivo e não olhar a meios para atingir os seus fins.

No estudo, desenvolvido pela Universidade de Western Sydney e pela Universidade Liverpool Hope, fundamenta-se que a falta da luz do dia e os baixos níveis da função cognitiva nas pessoas são detonadores para desenvolver este tipo de personalidade.

“Estas características facilitam a ocorrência de sexo casual, de relações furtivas (…). Em suma, quem tem uma personalidade “Tríade Negra” age como outros predadores, como os leões. São criaturas da noite”.

Para o estudo foram inquiridos online 263 voluntários. Houve testes de personalidade com perguntas orientadas para o diagnóstico de narcisismo, psicopatia e maquiavelismo. Houve ainda perguntas para apurar o cronotipo de cada um. Conclusão: as pessoas com maiores níveis de desenvolvimento de uma personalidade “Tríade Negra” eram as que faziam uma vida mais noctívaga.