Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Já foi anunciado o vencedor da World Press Photo 2014: Jon and Alez, uma foto de Mads Nissen, conta a história de um casal homossexual na intimidade da noite de San Petersburgo. O fotógrafo de 36 anos recebeu enormes elogios pela fotografia publicada no jornal holandês Politiken: “É de uma beleza inegável e enfatiza o ser humano”, disse Michele McNally, diretora de fotografia do New York Times.

O retrato de um casal homossexual é simbólico, sobretudo quando as políticas do Kremlin têm levantado críticas de homofobia pela comunidade LGBT.“Para as lésbicas, homossexuais, bissexuais, transsexuais e trangéneros (LGBT) a vida tornou-se extremamente difícil na Rússia. As minorias sexuais enfrentam discriminação social e legislativa, perseguição e até violências ataques por parrte de grupos nacionalistas e conservadores religiosos”, lê-se na nota do júri.

Em 2012 um português, Daniel Rodrigues, ganhou um dos prémios do World Press com uma fotografia tirada a crianças que jogavam futebol na Guiné-Bissau.

Concorreram ao prémio de 2014 97.912 fotografias de 5.692 fotógrafos oriundos de 131 países. Desde o concurso de 2013 que as regras ditam que as imagens não podem ser retocadas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR