Se existisse na Suécia um concurso para eleger o “tweet” do dia, a 31 de Maio os agentes da autoridade da ilha de Södermalm, em Estocolmo, seriam fortes candidatos ao pódio, dado o conselho que deram aos cidadãos. “Segurança em primeiro lugar. Em todos os níveis”, escreveram. Uma recomendação aparentemente normal, não se desse o caso de ser antecedida pela frase “o travão de mão foi esquecido quando o desejo do casal se tornou muito forte”, e ilustrada pela fotografia de um carro que rolou encosta abaixo, na região de Tanto. Lá dentro, dois amantes que se deixaram inebriar pela paixão. Estariam de tal forma entusiasmados que não accionaram o travão de mão.

Não foram divulgados detalhes em relação ao sistema com que o carro estava equipado, mas seja mecânico ou eléctrico, o travão de mão pode sempre causar algumas surpresas, sobretudo se for comandado através de um botão. O mais seguro é engrenar uma mudança, ou colocar a alavanca em “P”, se tiver caixa automática. Só assim fica assegurada a imobilização do veículo. Foi precisamente isso o que não aconteceu ao automóvel onde se encontrava o casal sueco, que teve de ser socorrido.

Cjxt8YsVAAAN4R9

A notícia foi avançada pela agência France Presse, que também deu conta da popularidade dos agentes que “tweetaram” a recomendação. Os policiais que gerem a conta em questão, @YB_Sodermalm, têm mais de 65 mil seguidores e são conhecidos pelo seu tom humorístico. Eis outro dos “tweets” de Maio: “Não é bom tentar enganar alguém com uma carta de condução falsa. É um completo disparate, ainda para mais quando o documento diz que nasceste a 30 de Fevereiro.”