Chocolate

Chocolates no Reino Unido abrem guerra ao açúcar ficando mais pequenos

Grandes marcas de chocolates, como a Nestlé ou Cadbury, vão encolher os chocolates. A medida tem como objectivo reduzir a quantidade de açúcar consumido, principalmente entre os mais jovens.

Marcas de chocolate como a Mars e Kit Kat, vão diminuir o tamanho dos chocolates em cerca de 20%

FEDERICO GAMBARINI/EPA

Grandes marcas de chocolate, como Mars, Nestlé ou Cadbury, vão reduzir o tamanho dos chocolates em 20%. A medida tem como objetivo reduzir a quantidade de açúcar consumida sem penalizar o sabor, principalmente para os mais jovens, e cumprir assim as novas regras contra a obesidade infantil.

O principal alvo desta medida são os consumidores mais jovens no mercado britânico, onde os números são preocupantes: cerca de uma em cada cinco crianças apresenta excesso de peso ainda antes de entrar na escola primária, conta o jornal britânico The Independent. Para contrariar esta tendência, o plano de Saúde Publica de Inglaterra promoveu uma campanha de redução de açúcar na alimentação dos mais jovens. As grandes marcas de chocolates, como Mars, Kit Kat ou Dairy Milk, estão assim a preparar-se para diminuir a dimensão da barra de chocolate, reduzindo também cerca de 20% de açúcar por cada unidade de chocolate.

No entanto não foram só os fabricantes de chocolates que se viram obrigados a reduzir a quantidade de açúcar apresentados nos produtos alimentares. Também os iogurtes, os refrigerantes ou os produtores de cereais tiverem de reduzir as quantidades desse ingrediente, embora optando por manter o sabor inserindo adoçantes artificiais.

Essa não foi, contudo, uma opção viável para as marcas de chocolate que alegaram que o sabor se alteraria. Assim sendo, a redução no tamanho do chocolate foi a maneira mais viável encontrada. Sobre os preços, as marcas não revelaram se vão acompanhar a redução das barras e encolher também. De acordo com o Sunday Times, houve uma reunião com as autoridades de saúde pública britânica, em que os grandes produtores aceitaram reduzir o tamanho dos chocolates – evitariam assim o embaraço de serem nomeados num relatório sobre obesidade infantil que deverá ser divulgado no próximo mês, conta o mesmo jornal.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)