Recep Tayyip Erdogan

Erdogan: “Não acredito que o rei Salman tenha ordenado o golpe contra Khashoggi”

O presidente turco escreveu um artigo de opinião no Washigton Post a afirmar que não acredita que a ordem para matar o jornalista Jamal Khashoggi tenha vindo do rei da Arábia Saudita.

O jornalista Jamal Khashoggi era cronista no The Washigton Post e foi assassinado a 2 de outubro

AFP/Getty Images

“Não acredito por um segundo que o rei Salman, o guardião dos Lugares Santos, tenha ordenado o assassinato de Khashoggi”, afirma Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia. O líder do país onde o jornalista Jamal Khashoggi foi assassinado, publicou esta sexta-feira um artigo de opinião no The Washigton Post a falar sobre o polémico caso que tem afetado a diplomacia internacional.

Erdogan afirma no mesmo artigo que a Turquia, que tem liderado as investigações sobre o caso, sabe que os homens que mataram o jornalista opositor do regime saudita estão entre os 18 suspeitos detido pela Arábia Saudita. “Sabemos que estes homens vieram [à Turquia] para cumprir uma ordem: matar Khashoggi”, escreve Erdogan.

Contudo, apesar de defender o líder do país, Erdogan afirmar saber que “a ordem para matar Khashoggi veio dos mais altos níveis do governo da Arábia Saudita”. Erdogan afirma que vai continuar com a investigação que não vai deixar que este problema seja esquecido.

“Um mês depois do assassinato, ainda não sabemos onde está o corpo de Khashoggi. No mínimo, merece um enterro digno na linha com os costume islâmicos”, afirma o líder turco. “Devemos isso à sua família e amigos, incluindo os antigos colegas do The Post, para lhes dar uma oportunidade de dizerem adeus e prestarem uma última homenagem a este homem”.

O presidente da Turquia enfatiza ainda no artigo de opinião as boas relações que o seu país tem com a Arábia Saudita, mas fala também da Turquia como um dos membros da NATO e deixa o aviso: “Ninguém deve atrever-se a cometer este tipo de atos em solo de um aliado da NATO outra vez. Quem ignorar este aviso, vai enfrentar consequências severas”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mmachado@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)