Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um café em Cote d’Azur, França, retirou da ementa duas sobremesas depois de uma onda de acusações de racismo nas redes sociais. Um dos gelados chama-se “africano”, tem uma cobertura de chocolate e está decorado com lábios vermelhos e grossos. Já no gelado “chinês”, de limão, são desenhados olhos rasgados.

As acusações de racismo subiram de tom após uma publicação no Twitter de 20 de julho, que apelava a um “boicote” do Le Poussin Bleu, café onde são vendidos os gelados. As críticas não são, porém, totalmente novas. Um tweet publicado em agosto do ano passado já questionava a seleção “particularmente racista”.

Os proprietários do café já reagiram e negam as acusações de racismo. “Não somos racistas. Respeitamos todos!”, escreveram, numa publicação no Facebook onde anunciam que vão retirar as sobremesas da ementa “após a onda de violência e insultos”.

Africaine et Chinois terrassés par les réseaux sociaux…Notre carte des glaces était inchangée depuis 1947, néanmoins…

Posted by Le poussin bleu on Thursday, July 23, 2020

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os dois gelados já faziam parte do menu do café quando a gerência atual iniciou funções. Os novos donos reconhecem que mantiveram as sobremesas “ingenuamente” tal e qual como eram. “Se incomodaram algumas pessoas recentemente, pedimos desculpa”, escreveram.