Obrigado por ser nosso assinante. Não se esqueça de subscrever a nossa Newsletter exclusiva dos bastidores.

São conhecidos os relógios, as máscaras, os ténis ou os célebres iPhones vermelhos. Faltava um carro (RED), mas essa lacuna deixou de existir com a associação da Stellantis à organização sem fins lucrativos (RED), de que o vocalista dos U2, Bono Vox, é co-fundador. Jeep e Ram vão ter séries especiais nesta cor, mas o primeiro modelo a ser desvendado foi o novo 500 eléctrico.

A revelação ocorreu no Lingotto, em Turim, onde a Fiat aproveitou também para inaugurar a Casa 500, um museu dedicado ao emblemático citadino, e o maior jardim “suspenso” da Europa, a 28 metros de altura. O chamado La Pista 500 descobre-se ao longo de todo o anel de 1,2 km, com mais de 40 mil plantas e várias ilhas temáticas, tendo a pista do passado sido reconvertida para a circulação de modelos exclusivamente eléctricos, bem como bicicletas e trotinetas, já que o espaço está aberto ao público.

20 fotos

Mas nesta conferência muito “green”, que teve como tema “plantar as sementes do futuro”, as atenções concentraram-se noutra cor e não numa planta, mas sim num fruto, o 500 RED – o primeiro fruto da parceria com a Stellantis, grupo que se compromete a doar à associação, até 2023, um mínimo de 4 milhões de dólares dos lucros arrecadados com as versões RED. Daí o entusiasmo manifestado por Bono:

Temos uma das empresas de automóveis mais icónicas do mundo a dizer que quer ajudar a eliminar a Covid-19 da face do planeta e com o novo (500)RED não precisarão sequer de gasolina para o fazer. A Fiat quer ser o mais ‘verde’ possível tornando-se (RED) e isso é um motivo de celebração”, declarou o filantropo irlandês.

As edições RED estão disponíveis em toda a gama do 500, isto é, no 500 equipado com motores de combustão baseado na versão Dolcevita, no 500X baseado na versão Cross e também no 500L, que por cá não estará disponível. Mas o verdadeiro rosto desta nova parceria é o 500 eléctrico, que pode ser RED em duas das suas três carroçarias, hatchback ou cabrio (o 3+1 não foi mencionado). No nosso país só será proposto com o pack de baterias mais pequeno, com 21,3 kWh de capacidade útil (23,7 total) e motor eléctrico de 70 kW (95 cv), o que lhe permite anunciar uma autonomia de até 190 km (ciclo WLTP), como acontece em todos os 500 Action, a versão de entrada na gama, ao contrário das restantes versões, mais potentes (118 cv) e capazes de percorrer até 320 km entre recargas, cortesia de um acumulador com 42 kWh de capacidade bruta (37,3 kWh úteis).

6 fotos

Exteriormente, qualquer RED da gama 500 distingue-se, como seria de esperar, pela cor. O vermelho vai da carroçaria e logótipos até às tampas dos espelhos e elementos de design nas jantes de liga leve. Mas quem não gostar assim tanto de encarnado, pode optar por outras cores, que variam consoante o modelo e que, no caso do 500 eléctrico, apresentam o cinzento, o branco e o preto como alternativas. O 500 eléctrico RED distingue-se ainda por exibir o logótipo 500 na frente e o da Fiat no portão traseiro, emblema que pela primeira vez surge a vermelho para enfatizar a parceria, tal como acontece com o logo na base da janela de trás.

No interior, reina igualmente o vermelho numa série de detalhes, mas há uma nota discrepante no conjunto: o banco do condutor tem uma cor diferente dos restantes. É vermelho, enquanto os outros são pretos, o que resulta muito diferente e chama a atenção (como pretendido). Diz a marca que esta série especial alia ética com estética e, por isso, com esta opção passa-se a mensagem de que é preciso conduzir a mudança, rumo a um ambiente mais sustentável. Quem quiser algo mais discreto ou, pura e simplesmente, preferir a uniformidade de cores para os bancos, pode contar com revestimentos em preto ou em vermelho para todos os assentos, sempre com o logo contrastante.

14 fotos

E como esta associação da Stellantis à RED versa, sobretudo, combater vírus, todos os modelos 500 RED “estão equipados com um filtro de ar tratado com uma substância biocida altamente eficaz (>99,9%) contra vírus e bactérias”. Além disso, volante, bancos e o interior da bagageira também receberam tratamento especial, antimicrobiano.

Quem optar por passar a fazer parte da comunidade RED ao volante de um 500, vai encontrar ainda no modelo que elegeu uma capa específica de chave e uma carta de boas-vindas assinada por Bono e pelo CEO da Fiat, Olivier François. Não foram avançados preços para esta série especial e ela ainda não consta do site da marca em Portugal, ao contrário do que acontece em Itália, mas as encomendas já poderão ser efectuadas.