Uma mensagem que circula no Facebook apela às pessoas para que não estejam na rua, na noite desta segunda-feira, a partir das 23h40. Além disso, devem fechar “portas e janelas”. O motivo? Alegam que “cinco helicópteros vão pulverizar desinfetantes no ar para erradicar o coronavírus”. E, como numa boa publicação viral, pedem que passe a informação “para todos os seus contactos”. Embora várias acreditem na publicação, é falso que vá existir qualquer ação deste género. Em poucas horas, esta mensagem chegou a mais de 60 mil utilizadores do Facebook.

Não há registo de qualquer país que esteja a braços com a pandemia ter alguma vez “pulverizado desinfetantes no ar” como forma de combater a propagação do novo coronavírus. A acontecer, qualquer atividade deste género seria sempre divulgada pelas autoridades de saúde responsáveis, coisa que não aconteceu.

As únicas ações de desinfeção pontuais de ruas, caixotes do lixo ou prédios têm vindo a ser realizadas pelas autarquias locais com recurso a funcionários devidamente equipados e todo o material específico.

Apesar de ainda haver dúvidas sobre a eficácia do procedimento de desinfeção dos espaços públicos, nomeadamente se põem ou não em risco algumas espécies animais, há já várias autarquias em Portugal que têm optado por fazer as limpezas das ruas na tentativa de conter a disseminação do vírus.

Ação de desinfeção das ruas das Caldas da Rainha, no distrito de Leiria, realizada pelos funcionários municipais.

Acima, uma das ações realizada na cidade das Caldas da Rainha, no distrito de Leiria, na última quinta-feira, por iniciativa da autarquia local. Em Lisboa, por exemplo, a autarquia avançou à revista Sábado que o processo de desinfeção já começou nas freguesias de Santa Maria Maior e na Estrela e que irá estender-se às restantes freguesias da capital.

Uma medida mais consensual é a desinfeção dos caixotes do lixo das várias localidades. Além do reforço da limpeza, os municípios reforçaram também o número de vezes que os caixotes de recolha de lixo são alvo de desinfeção.

No que diz respeito à desinfeção de superfícies, a Direção-Geral da Saúde emitiu orientações para os estabelecimentos de atendimento ao público — que ainda se mantêm abertos — e que, se desejar, pode seguir em sua casa. Fazer uma correta desinfeção das superfícies ajudará a impedir que o vírus se espalhe através da sua casa, infetando os elementos do agregado familiar.

Conclusão

Não vai decorrer qualquer ação de “desinfeção através do ar” com o objetivo de “erradicar o coronavírus”, recorrendo a “cinco helicópteros”, a partir das 23h40 desta segunda-feira. A existir alguma ação que exija às populações “fechar portas e janelas” a mesma teria de ser amplamente divulgada pelas autoridades competentes, para que toda a população soubesse que deveria redobrar esses cuidados, algo que não aconteceu. Não há qualquer registo de algum país ter recorrido meios aéreos de desinfeção como forma de combate ao novo coronavírus. A desinfeção das superfícies é recomendada pelas autoridades de saúde portuguesas, que emitiram inclusivamente orientações claras para os estabelecimentos que ainda se encontram abertos ao público e que podem ser aplicadas pelos portugueses nas respetivas casas. Quanto à passagem de helicópteros, a acontecer esta noite, em nada estará relacionada com uma “desinfeção através do ar”.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

De acordo com o sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact-checking com o Facebook.

IFCN Badge