João Freire de Andrade

Convidado

Artigos publicados

Global Shapers

Que nos dizem os números sobre o Portugal Fintech?

Felizmente Portugal continua a ter o mais importante: a iniciativa privada dos fundadores, empresários portugueses com a coragem de desafiar as fronteiras da actual oferta do sector financeiro.
Global Shapers

Fintechs, Insurtechs e Regtechs /premium

Porque é que energia de ativação não foi ainda suficiente? Falta de foco? Orçamento? Atritos na decisão e navegação das políticas da organização? Sistemas informáticos desatualizados? Compliance?
Global Shapers

Portugal FinLab: as fintechs ganham vantagem! /premium

130
Portugal tem o essencial: os empreendedores que vão impondo a sua tecnologia pelo mundo. Mas ainda faltam melhores condições para crescerem mais e melhor, apesar de todas as WebSummits.
Global Shapers

Fintech em Moçambique: mais dinâmica?

Olhando para o panorama europeu e a reduzida dimensão do mercado nacional, sem uma postura aberta de cooperação com fintechs, não me admirava se no médio prazo não existissem bancos portugueses.
Global Shapers

Web Summit: mais explosiva do que a Bitcoin?

403
Em 2011, no início da última crise, 42% da indústria nacional competia com a China, sem valor acrescentado ou potencial de qualidade. O empreendedorismo tecnológico representa exatamente o contrário.
Global Shapers

Poderá o 'fintech' salvar a banca nacional?

464
Talvez a responsabilidade mais urgente, que está a ser ignorada, seja a de criar condições para Portugal usufruir do Brexit. Afinal, uma das maiores indústrias inglesas é a financeira.
A página está a demorar muito tempo.