Ricardo Pinheiro Alves

Convidado

Artigos publicados

Brexit

Os perigos do não-Brexit

As discussões actuais na Europa são mais para dividir o “bolo” que sobra do Brexit do que para colocar a “pastelaria” a criar riqueza. Para Portugal uma UE centrada no eixo franco-alemão seria trágica
União Europeia

Referendos, para que vos queremos?

A transferência de poder de decisão para a União Europeia é definitiva e em Portugal ocorre paulatinamente desde 1986 sem que nunca nenhum português tenha sido chamado a pronunciar-se a esse respeito.
Eleições Legislativas

O desinteresse de Portugal por Portugal

131
O Portugal sem interesse do Estado Novo que apenas olhava para o seu “umbigo” tornou-se no Portugal sem interesse do século XXI, que apostou tudo no beco sem saída que é a União Europeia.
Liberdades

Igualdade imoral

143
Hoje, os ataques à liberdade em nome da igualdade, que antes eram vistos como próprios de sociedades autoritárias, passaram a ser considerados normais, mas para os igualitários isso é irrelevante.
Universidade de Coimbra

Coimbra: Especulações sobre um bife

640
Porque é que uma instituição veneranda e centenária, criada em Lisboa em 1290 pelo Rei D. Dinis, abandona o reino do saber para entrar no activismo demagógico em que a ciência dá lugar ao marketing?
Reino Unido

Brexit: A esperança é que seja desta (2)

124
Mais de 75% dos deputados votaram contra o Brexit e uma parte substancial apenas diz respeitar o resultado do referendo para não perder o lugar em Westminster. Por isso são um travão a qualquer solução.
Impostos

Deixem-nos respirar

1553
O peso do que nos é imposto asfixia a nossa liberdade. Os portugueses entregam em média quase 40% do seu rendimento ao Estado, o que significa que muitos entregam mais de metade sem se aperceberem.
China

Nós de Férias, em Hong Kong luta-se pela liberdade

Enquanto o Ocidente está em férias, em Hong Kong luta-se pela liberdade. E de Macau ouve-se apenas um silêncio ensurdecedor.
Brexit

Brexit: A esperança é que seja desta

As próximas semanas irão mostrar se o novo governo repete o erro de May de perder tempo com o Sr. Barnier ou o Sr. Juncker, ou se vai realmente falar com a única pessoa que pode decidir, a Sra. Merkel
Relações Internacionais

Portugal e o futuro da ordem internacional

Não é evidente se se assiste a uma redefinição de como governar a ordem internacional ou ao surgimento de um período de muita instabilidade, como nos anos 1930, em que o perigo de guerra vai aumentar.
Democracia

Ainda Hong Kong, Macau e a Democracia

Hong Kong e Macau reflectem a diferença entre 330 anos de construção lenta e gradual, mas consistente, de Liberdade e Democracia no Reino Unido, e apenas 44 anos nem sempre consensuais em Portugal.
China

Hong Kong, Macau e cultura democrática

209
Os portugueses que foram colocados em Macau durante a administração portuguesa trataram em primeiro lugar da sua vidinha. O que deixaram foi uma cultura de subserviência e aproveitamento oportunista.
Eleições Europeias

Populismo e eleições europeias

O crescimento do populismo xenófobo é alimentado pelo aumento do populismo igualitário, conduzindo a uma progressiva radicalização da vida pública como se observa actualmente nos países desenvolvidos.
União Europeia

Por uma UE com futuro

São muitos os sinais de crescente centralismo na União Europeia, cada vez mais preocupantes porque este centralismo que é adjectivado como “democrático” significa na realidade menos Democracia.
União Europeia

O Brexit do nosso descontentamento – Parte 2

Tal como o Euro se revelou um poço sem fundo e sem corda para se de lá sair, o Brexit está a demonstrar que também a UE é uma prisão de onde ninguém pode sair porque a sua chave desapareceu.
União Europeia

Brexit: chegou a altura do bom senso imperar

Havendo um acordo mínimo no parlamento inglês, e tendo a União Europeia já humilhado suficientemente o Reino Unido, chegou o tempo de encerrar o processo e que a UE27 e o senhor Tusk tenham bom senso.
União Europeia

Brexit: um alerta esquecido e um acordo humilhante

O acordo também é mau para a é mau para a UE27 porque demonstra que tarda em querer perceber porque é que o Reino Unido está a sair e o alerta que está a dar sobre a fragilidade do projecto europeu.
União Europeia

O Brexit do nosso descontentamento

A atitude da UE27 deveria ser mais magnânima, e por isso mais aberta à possível revisão da posição dos ingleses. O bom senso diria que seria bom deixar alguma escapatória para o Governo de Theresa May
Desigualdade

RBI: uma questão de justiça e de liberdade

204
Se já temos igualdade face à lei e na participação cívica, porque não ter também igualdade de rendimentos? Por dois valores fundamentais, que se devem sobrepor ao da igualdade: a justiça e a liberdade
China

Da China, Smith e Marx

Como irão os jovens chineses reagir quando o crescimento desaparecer? Que tendência irá então prevalecer no antigo "Império do Meio"? A sociedade livre de Smith ou a sociedade alienada de Marx?
A página está a demorar muito tempo.