Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A escola é um local onde se aprende, se descobrem vocações e se esboça o futuro. Se ajudamos os alunos a aprender, porque não ajudamos também a traçarem o seu próprio caminho?

A escola deve ser um lugar onde a informação se transforma em conhecimento com significado útil para a vida académica, profissional e pessoal, mas isso nem sempre acontece. Com projetos construídos pelos alunos, aulas alicerçadas nas vivências e experiências de cada um, e a exigência aliada ao respeito, conseguiremos ter alunos motivados, empenhados em construir um percurso profissional sólido, flexível e próprio. Só assim conseguiremos criar cidadãos conscientes e ativos na mudança.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.