O Open Arms salvou-o, mas Ali ficou chocado com a Europa de portas fechadas

Fugiu da Síria, tropeçou no caos do Sudão, acabou vítima de tráfico humano na Líbia e passou 15 dias no Open Arms, à espera que a Europa abrisse a porta. Falou com o Observador a partir de Lampedusa.

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.