Logo Observador
Cabo Verde

PM de Cabo Verde destaca inovação e impacto do primeiro TEDx no país

As palestras da TEDx, que acontecem na Cidade da Praia, são vistas pelo PM de Cabo Verde como tendo um impacto "muito grande" na imagem externa e na mobilização de jovens.

RAMON DE LA ROCHA/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O primeiro-ministro cabo-verdiano destacou este sábado a inovação, o impacto “muito grande” na imagem externa e a mobilização de jovens com a realização, pela primeira vez no país, das palestras TEDx, considerando que vão dinamizar outras atividades.

“É um evento muito inovador, pelo facto de ser a primeira vez, de ter um conteúdo e um alcance que nós precisamos em Cabo Verde”, disse Ulisses Correia e Silva, na cidade da Praia, à entrada da sala onde decorrem durante a tarde de este sábado as palestras da TEDx (Tecnologia, Entretenimento e Design).

A capital cabo-verdiana acolhe, pela primeira vez, o evento internacional, que é um programa de palestras organizado de forma independente e dedicado à difusão de ideias, criado há 26 anos no estado norte-americano da Califórnia. Reúne os principais pensadores e fazedores do mundo para compartilhar ideias de qualquer área, desde tecnologias, entretenimento, design, ciência, humanidades, negócios e desenvolvimento.

Em Cabo Verde, o TEDx Praia é organizado por 12 jovens que têm em comum a paixão pelas tecnologias e que pretendem ligar o arquipélago ao mundo e à sua diáspora. Segundo Ulisses Correia e Silva, o evento vai permitir ao país promover coisas com “impacto muito grande na imagem externa do país” e dinamizar um conjunto de outras atividades que mobilizem os jovens, como empreendedorismo, inovação e investigação.

“São áreas muito importantes e muito interessantes”, sustentou o chefe do Governo cabo-verdiano, considerando que o facto de o evento ter sido realizado por jovens e de forma independente é um “valor adicional”. “São jovens que têm capacidade de empreender, que agarram e fazem as coisas acontecer”, terminou Ulisses Correia e Silva, que assistiu à primeira palestra do TEDx Praia, ministrada por Nick Pinheiro, um filho de emigrantes cabo-verdianos que nasceu nos Estados Unidos, colaborador da Microsoft e do Facebook.

Em 18 minutos, Nick Pinheiro falou sobre o empoderamento das comunidades através dos dados, salientando que Cabo Verde deve aproveitar essas enormes possibilidades imediatamente e fazer do acesso à internet e informação o seu ouro. O jovem engenheiro e especialista em aplicações web e gestão de conteúdos mostrou-se satisfeito por ser o primeiro orador do TEDx realizado em Cabo Verde, país que, disse, tem sempre como referência.

Durante a tarde, mais sete oradores vão falar da sua experiência e seu conhecimento, entre eles o português Paulo Solinho, fundador da Facestore, a primeira plataforma mundial de criar lojas no Facebook, já com mais de 20 mil lojas online.

Segundo Pedro Lopes, curador do TEDx Praia, o objetivo do evento em Cabo Verde, com o tema “Conexão” é “criar uma plataforma de apresentação, discussão e difusão de ideias inovadoras e inspiradoras, contribuindo para conectar o país ao mundo e à sua diáspora”.

A primeira licença TEDx permite ter apenas 100 participantes convidados, mas as palestras, que não podem ser assistidas na sala por jornalistas, estão as ser transmitidas na internet no site e no Facebook do TEDx-Praia.

No espaço lusófono, já foram realizados em Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Brasil, num total de mais de 130 países que acolherem o evento a nível mundial.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt