Logo Observador
PS

Manuel dos Santos pondera apresentar queixa interna contra António Costa

1.125

O eurodeputado Manuel dos Santos diz ao Observador que está a ponderar uma queixa interna no PS contra António Costa, que defendeu a sua expulsão do Parlamento Europeu depois da polémica da "cigana".

AFP/Getty Images

O eurodeputado socialista Manuel dos Santos, que está no centro de uma polémica por ter chamado, através do Twitter, “cigana” à deputada Luísa Salgueiro, está a ponderar apresentar uma queixa interna contra António Costa, que afirmou que o eurodeputado se tornou “uma vergonha para o PS”. Em declarações ao Observador, Manuel dos Santos diz que as afirmações de António Costa são “lamentáveis e insultuosas”, mas faz questão de sublinhar que “não foi o primeiro-ministro que me insultou, era o que mais faltava, era sinal de que o Governo tinha caído à rua, foi o secretário-geral do PS”. E, por isso mesmo, o eurodeputado afirma que tem meios para agir disciplinarmente contra António Costa no interior do partido.

Costa defende expulsão do eurodeputado do PS que chamou cigana a deputada socialista

“Vou analisar as declarações de António Costa e se me sentir ofendido, farei queixa aos órgãos disciplinares internos do PS”, afirmou Manuel dos Santos. “Isto porque ele foi fazer estas declarações em público, nem me perguntou nada. Podia ter-me perguntado o que eu queria dizer com a expressão, mas não. Não me perguntou nada“, sublinhou o eurodeputado, justificando que “estava a criticar a senhora [Luísa Salgueiro] por ter votado contra o Porto na questão da Agência Europeia do Medicamento, posição que entra em conflito com as declarações regionalistas que ele faz no Norte”.

Para Manuel dos Santos, usar os métodos disciplinares internos para agir contra António Costa “não é nenhum drama”. “Tenho ao meu dispor os mesmos meios que ele tem, ele não pode pôr pessoas na rua, também só pode fazer uma queixa“, afirma o eurodeputado socialista, sublinhando que irá tomar a sua decisão caso sinta que a sua “honra e dignidade” tenham sido ofendidas pelas declarações do primeiro-ministro.

Manuel dos Santos diz que Luísa Salgueiro era conhecida “por brincadeira” como “cigana”, mas deputada desmente

Relativamente à polémica, Manuel dos Santos justifica que Luísa Salgueiro “era conhecida, por brincadeira no PS de Matosinhos, por essa expressão, era conhecida como cigana, e eu por isso achei que a podia usar, achei que não seria uma expressão ofensiva”. Mas a deputada socialista nega. Contactada pelo Observador, Luísa Salgueiro manteve a sua posição de não comentar o assunto, mas desmentiu que alguma vez tenha sido conhecida ou tratada como “cigana” no PS de Matosinhos, de onde é originária.

Eurodeputado do PS chama “cigana” a deputada socialista

O eurodeputado socialista garante que a sua expressão foi “apenas política” e surge na sequência da polémica com a cidade que irá acolher a sede da Agência Europeia do Medicamento. “A Luísa Salgueiro é a coordenadora do PS em matéria de saúde. E quando surge esta oportunidade de Portugal ficar com a agência do medicamento, ela tinha de tomar uma posição diferente daquela que tomou. Foi isso que me revoltou. Foi uma questão apenas política, não há aqui nada de pessoal contra ela e muito menos contra a comunidade cigana“, insistiu Manuel dos Santos, sublinhando que “é apenas uma expressão corriqueira”.

Não vou pedir desculpa a ninguém porque não tive intenção de ofender ninguém. Se fosse mais politicamente correto, talvez não usasse a expressão. Mas usei e não posso fazer nada agora”, afirmou o eurodeputado socialista, que considera que a “ofensiva” contra si serve “para apagar esta situação embaraçosa para o PS Porto com a agência do medicamento”. É uma “cortina de fumo” para que “não se discuta o essencial”, afirma.

A polémica começou e continuou no Twitter

A polémica estalou com um conjunto de tweets e foi nessa rede social que Manuel dos Santos continuou a dar e a receber insultos. Depois de o primeiro-ministro português, António Costa, ter defendido a expulsão do eurodeputado socialista Manuel dos Santos, que chamou “cigana” à deputada Luísa Salgueiro, Manuel dos Santos usou novamente o Twitter para reagir a Costa.

“O secretário-geral do PS (ou será o primeiro-ministro?) quer ver-me expulso do PS? Lá teremos que revisitar os insultos do Galamba ao Seguro, para instrução do processo”. Manuel dos Santos referia-se ao período em que António José Seguro foi líder do Partido Socialista e foi alvo de duras críticas por parte do socialista João Galamba. Durante a tarde, Manuel dos Santos tem usado a rede social para responder quer à notícia inicial quer às reações dos vários socialistas que o têm criticado. Sobre João Galamba e Tiago Barbosa Ribeiro, dois deputados do PS que lançaram duras críticas a Manuel dos Santos, o eurodeputado pede que sejam inquiridos “sobre a saga dos ‘césares’ ou a ‘localização da Agência Europeia do Medicamento'”.

Manuel dos Santos acusa ainda os dois deputados de terem usado “expressões quase idênticas” para construir “os seus ataques pessoais”, sublinhando, em tom irónico: “Coincidência claro”. Tiago Barbosa Ribeiro escreveu no Twitter: “Misoginia, racismo e xenofobia. Mais um triste episódio deste eurodeputado. Uma vergonha para os socialistas”. Já João Galamba reagiu afirmando: “Não achas tu e não acha ninguém. Uma vergonha de MEP [eurodeputado]”. O eurodeputado continuou depois os ataques aos seus críticos com outro tweet. “Pronto o importante é o pseudo racismo; o miserável comportamento dos deputados sobre a Agência Europeia do Medicamento não tem importância!”, escreveu.

Já sobre a sua frase que esteve na origem da polémica — “Luísa Salgueiro, dita a cigana e não é só pelo aspecto, paga os favores que recebe com votos alinhados com os centralistas” — Manuel dos Santos desvalorizou que lhe tenham chamado racismo. “Podem continuar se quiserem: não me demovem nem me atemorizam. Claro que não sou racista”, escreveu. Mais tarde, viria a rebater a acusação garantindo que “afinal há mesmo racismo em Portugal: chamar a alguém “cigano(a)” é considerado um insulto e serve para construir narrativas”.

Na saga de tweets deste fim de tarde, Manuel dos Santos aproveitou ainda para criticar novamente Luísa Salgueiro, a deputada socialista a quem chamou “cigana”. No Twitter, o eurodeputado escreveu: “Luisa Salgueiro é deputada do Porto, coordenadora da saúde dos socialistas; votou contra o Porto na Agência Europeia do Medicamento”. E rematou o tweet questionando novamente se a sua atitude era racista.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jfgomes@observador.pt